terça-feira, dezembro 30, 2014

Mensagem de ANO NOVO




(...)

Para ganhar um ano-novo que mereça
este nome, você, meu caro, tem de
merecê-lo, tem de fazê-lo novo,

Eu sei que não é fácil mas tente,
experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
dorme e espera desde sempre.



autor desconhecido

sábado, dezembro 27, 2014

Um olhar



A vida é um caminho de sombras e luzes. O importante é sabermos utilizar as sombras e aproveitar a luz.

(Henri Bergson)

terça-feira, dezembro 23, 2014

sexta-feira, dezembro 19, 2014

Pelos caminhos de Portugal...


 Chafariz do Largo de Camões  em Ponte de Lima, da autoria do Mestre João Lopes, datado de 1603




terça-feira, dezembro 16, 2014

Um olhar

Serviu várias gerações.Descansou em lugar de destaque na última geração. Hoje, num sótão, espera que quem o herdou não o deixe lá, esquecido.



domingo, dezembro 14, 2014

Pelos caminhos de Portugal...



A azenha do Arco , em Vila Fria, concelho de Felgueiras, ainda está em funcionamento.
Este tipo de moinhos são as estruturas mais antigas, conhecidas pelo aproveitamento da energia cinética da água dos rios e ribeiras.







quinta-feira, dezembro 11, 2014

Um olhar


Pior, mas muito pior mesmo que as lágrimas de crocodilo, são os sorrisos de crocodilo...

(Mário Quintana)


segunda-feira, dezembro 08, 2014

Pelos caminhos de Portugal...

Torre da Rua de D. Pedro Pitões (Porto)

Casa - torre medieval descoberta na época das demolições do Terreiro da Sé, na década de 1940. Foi então completamente reconstruída,  estando deslocada do sítio original. Na parede norte pode ver-se um balcão em pedra de feição gótica, elemento de construção recente. Aqui esteve instalado o Gabinete de História da Cidade até 1960.









quarta-feira, dezembro 03, 2014

Um olhar



"Cai uma folha, inicia-se o outono. Cai uma lágrima, finda um amor."

(Pablo Danielli)


segunda-feira, dezembro 01, 2014

Momento de poesia com Agostinho Fardilha


Fotos minhas
Composição: Luís Fardilha


Dezembro(mês da flor de Natal)



Dizem que até dos Anjos tem protecção
e encheu do Menino Deus manjedoura,
zangando o demónio furioso;
e de Jesus recebeu a beleza;
menina pô-las no altar e no chão:
bem logo ambas tomaram cor não loura,
rubro ,sim, e com cheiro bem gostoso;
o Natal dá cor à Mãe Natureza.


Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra



sexta-feira, novembro 28, 2014

Um olhar



(…)
Quero ficar sempre estudante
para eternizar
a ilusão de uns instantes
e sendo assim
o meu sonho de amor
será sempre rezado
baixinho dentro de mim.
(…)


Compositor: Aureliano Fonseca / Paulo Pombo de Carvalho


terça-feira, novembro 25, 2014

sábado, novembro 22, 2014

Pelos caminhos de Portugal...


Alguns edifícios históricos de Vila Real de Santo António



Farol 


Centro Cultural António Aleixo


Balneário Público


Hotel Guadiana


Casa do Folques


Arquivo Histórico Municipal (Torreão Sul)


Arquivo Histórico Municipal


Capitania


Capitania


Casa Parodi (actual Conservatório regional de Vila Real de Santo António)


quarta-feira, novembro 19, 2014

Um olhar


"Uma zebra é impossível para quem não conhece mais que um burro".

( Fernando Pessoa)
(O Livro do Desassossego)

domingo, novembro 16, 2014

Pelos caminhos de Portugal...

Situada na vertente ocidental da Serra da Lousã, a paisagem que envolve Gondramaz é uma obra de arte da Natureza.

As boas vindas são-nos dadas com um poema de Miguel Torga, que se encontra numa placa metálica na área de recepção da aldeia.
Gondramaz distingue-se pela tonalidade específica do xisto que nos envolve da cabeça aos pés. Até o chão que se pisa é exemplo da melhor arte de trabalhar artesanalmente a pedra.



















Mona Lisa " Animada"

ShareThis