quinta-feira, dezembro 16, 2010

Um conto de Natal (resumo)



Numa grande floresta de pinheiros, tílias,abetos e carvalhos, a norte da Dinamarca, morava um cavaleiro com a família.
Todos os anos festejava alegremente o Natal com a mulher, parentes e criados. Mas, certo Natal, terminada a ceia, declarou que no próximo ano não estaria ali com eles, pois resolvera ir em peregrinação à Terra Santa.
E lá partiu para a demorada e perigosa viagem, como eram as daquele tempo.
Um ano depois estava na Palestina e, no dia de Natal, dirigiu-se para a gruta de Belém.Rezou muito nessa noite e pediu aos Anjos que o protegessem e guiassem na viagem do regresso, para que, daí a um ano, pudesse celebrar o Natal com os seus.
Regressou em fins de Fevereiro na companhia doutros peregrinos, entre os quais um rico mercador de Veneza que o acolheu no seu palácio. mas ele queria partir e, um mês depois, caminhava em direcção a Génova para embarcar num dos navios que navegavam para a Flandres.
Primeiro a doença que o acometeu, depois a falta de barcos obrigaram-no a fazer a viagem por terra, a cavalo.
Só parava para comer e dormir, ansioso de chegar antes do Natal à sua terra. Mas, quando chegou à flandres, já era Inverno e os navios não podiam cruzar os rios e mares gelados. resolveu fazer a viagem por terra e caminhou durante longas semanas. Na antevéspera do Natal, chegou a uma pequena povoação a poucos quilómetros da sua floresta.
Era o dia 24 de Dezembro e ele caminhava apressado através da grande e espessa floresta, indiferente a todos os perigos. A neve caía. Os lobos espreitavam.
Meio perdido, a tremer de frio, não desistiu. Lembrando-se da grande noite azul de Jerusalém rezou a oração dos Anjos e então na massa escura dos arvoredos começou a crescer uma pequena claridade. A luz continuava a crescer e, à medida que crescia, subindo do chão para o céu, ia tomando a forma dum cone. Quando chegou em frente da claridade viu que se tratava do grande abeto escuro coberto de luzes.
Os anjos tinham-no enfeitado com dezenas de pequenas estrelas para guiar o Cavaleiro.
E é por isso que na noite de Natal se iluminam os pinheiros.

Mona Lisa " Animada"

ShareThis