sábado, fevereiro 28, 2009

105 anos a somar vitórias

wallpapers do benfica - Pesquisa de Imagens do Google


Vejam estas montagens com jogadores do SLB e não só, e parabéns BENFICA.

p.s- que o benfica seja campeão.

Viva o Benfica


Hoje é dia de FESTA.!O GLORIOSO faz 105 anos!
Sempre BENFICA!
(Imagem:site SLB)

Parabéns Benfica

No dia 28 de Fevereiro de 1904 ( há 105 anos), foi fundado o Sport Lisboa e Benfica, o maior e mais importante clube de Portugal.

Charles Chaplin no Cinema


A personagem Charlot, interpretada por Charlie Chaplin apareceu pela primeira vez no cinema, em Between Showers (Dia Chuvoso ou Carlitos e os Guarda- Chuvas), a 28 de Fevereiro de 1914, num filme, mudo e cómico, de curta metragem.


Iniciou a sua carreira como mímico, fazendo excursões, para apresentar a sua arte.


Chaplin, foi uma das personagens mais criativas que atravessou
a era do cinema mudo.







(Pesquisa:internet)

sexta-feira, fevereiro 27, 2009

Momento de Poesia


Magoa-me a saudade
do sobressalto dos corpos
ferindo-se de ternura
dói-me a distante lembrança
do teu vestido
caindo aos nossos pés.

Magoa-me a saudade
do tempo em que te habitava
como o sol ocupa o mar
como a luz recolhendo-se
nas pupilas desatentas.

Seja eu de novo tua sombra, teu desejo,
tua noite sem remédio
tua virtude, tua carência
eu
que longe de ti sou fraco
eu
que já fui água, seiva vegetal
sou agora gota trémula, raiz exposta.

Traz
de novo, meu amor,
a transparência da água
dá ocupação à minha ternura vadia
mergulha os teus dedos
no feitiço do meu peito
e espanta na gruta funda de mim
os animais que atormentam o meu sonho.

(Outubro 1979)
“Mia Couto, Raiz de Orvalho e Outros Poemas”

quinta-feira, fevereiro 26, 2009

Amor à Mona Lisa em Portugal

Recebi de um Poeta "AMIGO", de Além-Mar, esta pequena "GRANDE" homenagem, a qual agradeço.




ACRÓSTICO

Mora em PORTUGAL nossa MONA LISA,


O Amor ali plantado e cultivado.

Nos versos ELA encanta e se eterniza

Assim com CAMÕES sempre é lembrado.




Lá da Mãe-Pátria chega seu talento,

Inspira-nos também pela cultura :

Simbolismos de claro entendimento

A prosa recheada de ternura.


26/fev/2009
Jo®ge das Neves

Siza Vieira Galardoado


A Rainha Isabel II entrega , hoje, em Londres, a medalha de Ouro do RIGA /2009 (Instituto Real dos Arquitectos Britânicos), o mais importante galardão da Arquitectura Britânica.

Merece destaque o facto de que tendo Siza Vieira obra praticamente em todo o mundo, não tem nenhuma de referência , em Inglaterra.


Inseri fotos de duas das suas obras de destaque , em Portugal.





Museu Serralves /Porto



Pavilhão de Portugal/Lisboa

Victor Hugo



Escritor, poeta e dramaturgo francês, autor de uma imensa obra, nasceu a 26 de Fevereiro de 1802.
Aos 20 anos publicou uma reunião de poemas, "Odes e Poesias Diversas", mas foi o prefácio de sua peça teatral "Cromwell" que o projectou como líder do movimento romântico em França.




O seu grande romance histórico, "Notre Dame de Paris" , mundialmente conhecido como "O Corcunda de Notre Dame" (1831), conduziu-o à nomeação de membro da Academia Francesa, em 1841.



Les Misérables (Os miseráveis) são um clássico do romantismo francês escrito por Victor Hugo no século XIX, que narra a situação política e social francesa , através da história de Jean Valjean (um ex-presidiário que de ladrão rancoroso se tranforma na benevolência em pessoa).

Esta obra foi adaptada ao cinema e em musical da Broadway, no século XX.


Inseri um dos seus poemas, de que gosto.



O Homem e A Mulher

O homem é a mais elevada das criaturas;
A mulher é o mais sublime dos ideais.
O homem é o cérebro;
A mulher é o coração.
O cérebro fabrica a luz;
O coração, o AMOR.
A luz fecunda, o amor ressuscita.
O homem é forte pela razão;
A mulher é invencível pelas lágrimas.
A razão convence, as lágrimas comovem.
O homem é capaz de todos os heroísmos;
A mulher, de todos os martírios.
O heroísmo enobrece, o martírio sublima.
O homem é um código;
A mulher é um evangelho.
O código corrige; o evangelho aperfeiçoa.
O homem é um templo; a mulher é o sacrário.
Ante o templo nos descobrimos;
Ante o sacrário nos ajoelhamos.
O homem pensa; a mulher sonha.
Pensar é ter , no crânio, uma larva;
Sonhar é ter , na fronte, uma auréola.
O homem é um oceano; a mulher é um lago.
O oceano tem a pérola que adorna;
O lago, a poesia que deslumbra.
O homem é a águia que voa;
A mulher é o rouxinol que canta.
Voar é dominar o espaço;
Cantar é conquistar a
alma.
Enfim, o homem está colocado onde termina a terra;
A mulher, onde começa o céu.
(Fotos:Internet)

quarta-feira, fevereiro 25, 2009

Stevie Wonder

O músico, distinguido por Barack Obama, recebe hoje o Prémio da Biblioteca do Congresso.

Stevie Wonder, foi um dos músicos que apoiaram Obama durante a sua campanha à presidência.

Inseri o vídeo da sua canção "I Just Called To Say I Love You", de que gosto.Convido-vos a ouvi-la comigo e dedicá-la a alguém ," muito especial".

Cesário Verde nasceu a 25 de Fevereiro de 1855



O poeta das deambulações e dicotomias: cidade/campo; mulher fatal/mulher anjo; vida/morte.

De poesia delicada, Cesário empregou técnicas impressionistas, com extrema sensibilidade ao retratar a Cidade e o Campo, seus cenários predilectos. Evitou o lirismo tradicional, expressando-se da forma mais natural possível.

Inseri o poema “De Tarde”, no qual descreve o piquenique como se fosse uma aguarela.


De Tarde


Naquele piquenique de burguesas,
Houve uma coisa simplesmente bela;
E que, sem ter história nem grandezas,
Em todo o caso dava uma aguarela.


Foi quando tu, descendo do burrico,
Foste colher, sem imposturas tolas,
A um granzoal azul de grão-de-bico
Um ramalhete rubro de papoulas.


Pouco depois, em cima duns penhascos,
Nós acampámos, inda o sol se via;
E houve talhadas de melão, damascos,
E pão-de-ló molhado em malvasia.


Mas, todo púrpuro, a sair da renda
Dos teus dois seios como duas rolas,
Era o supremo encanto da merenda
O ramalhete rubro das papoulas!


(Foto:internet)

terça-feira, fevereiro 24, 2009

O Carnaval no Funchal


Durante muitos anos passei o Carnaval na Madeira. Sei que nos anos 70 apenas havia o “Carnaval Trapalhão” que percorria as ruas do Funchal com disfarçados vindos de todos os lugares.
Com o decorrer dos anos passou a haver um desfile de várias “escolas de Samba”, com os seus “actores” sempre bem vestidos e muito bem ensaiadas.
Este desfile efectua-se no sábado de Carnaval e tem atraído à região milhares de turistas, sendo já um dos cartazes turísticos mais importantes da Região.
Mas o Carnaval Trapalhão continua a ser no domingo de Carnaval e é cada vez mais uma crítica à vida política e social da região e do país.

É também tradição comer-se, nesta altura, o cabrito recheado com cuscus e, como sobremesa, “malassadas”, (farturas) e “amêndoas”, (torrões de açúcar de várias cores).

Maria José Fardilha (a minha irmã mais velha)

Um pouco da Origem e da História do Carnaval



A origem do carnaval é um assunto controverso. Alguns historiadores associam
o começo das festas carnavalescas aos cultos feitos pelos antigos para louvar boas colheitas agrárias, dez mil anos antes de Cristo. Há quem diga que o seu início teria acontecido mais tarde, no Egipto, em homenagem à deusa Ísis e ao Touro Apis, com danças, festas e pessoas mascaradas. Também se atribui o início do carnaval aos gregos que festejavam a celebração da volta da Primavera e aos cultos ao Deus Dionísio. Outros ainda o remontam à Roma Antiga com seus bacanais, Saturnais e Lupercais em honra aos deuses Baco, Saturno e Pã.




Uma coisa, porém é comum a todos: o carnaval tem a sua história, como todas as grandes festas, ligada a fenómenos astronómicos ou da natureza. O carnaval caracteriza-se por festas, divertimentos públicos, bailes de máscaras e manifestações folclóricas.




A palavra carnaval também apresenta diversas versões e não há unanimidade entre os estudiosos. Há quem defenda que o termo carnaval deriva de carne vale (adeus carne!) ou de carne levamen (supressão da carne). Esta interpretação da origem etimológica da palavra remete-nos ao início do período da Quaresma que era, em sua origem, não apenas um período de reflexão espiritual como também uma época de privação de certos alimentos, dentre eles, a carne.




Outra interpretação para a etimologia da palavra é a de que esta deriva de currus navalis, expressão anterior ao Cristianismo e que significa carro naval. Esta interpretação baseia-se nas diversões próprias do começo da primavera, com cortejos marítimos ou carros alegóricos em forma de barco, tanto na Grécia como em Roma.




.Os padrões de carnaval sofrem adaptações nas localidades onde os carnavais ocorrem.




Hoje o carnaval transformou-se em forte atracção turística.





(Pesquisa:internet)

segunda-feira, fevereiro 23, 2009

E o vencedor é...



"Quem Quer Ser Bilionário", com 8 Óscares.








Melhor Filme









Melhor Realizador









Melhor Argumento Adaptado








Melhor Banda Sonora Original








Melhor Canção Original











Melhor Som









Melhor Montagem









Melhor Fotografia





Recordar Zeca Afonso

Zeca Afonso, cantor e compositor português, morreu a 23 de Fevereiro de 1987.


"Bicho-cantor" foi a alcunha que lhe deram no liceu, por cantar serenatas durante as praxes. Nessa altura conhece a vida boémia e os fados tradicionais de Coimbra.

Não obstante o seu trabalho com o
fado de Coimbra e a música tradicional, José Afonso ficou indelevelmente associado à música de intervenção .



Ouçam a amplitude e força da sua voz de ouro.

domingo, fevereiro 22, 2009

Como Hollywood se tornou um símbolo do cinema norte-americano


Quando em 1923, um grupo de agentes imobiliários mandou instalar um letreiro nas colinas de Hollywood para promover um empreendimento que pretendiam comercializar na zona, ao qual tinham dado o nome de Hollywooland, mal podiam imaginar que tinham criado um símbolo para aquela que viria a tornar-se a Meca do cinema.

As letras, com nove metros de largura e 15 de metros de altura, ainda lá estão. Caíram as letras que compunham a palavra “land” e o seu propósito inicial foi ultrapassado, mas as restantes letras resistiram ao tempo como símbolo de Hollywood , uma localidade em Los Angeles, que se tornou no centro nevrálgico da indústria cinematográfica norte-americana e mundial, ficando associado também ao glamour das estrelas de cinema e das suas vidas exuberantes.

No início do século XX, diversos produtores de cinema rumaram para Los Angeles, motivados sobretudo pela necessidade de luz, uma vez que o clima local, pouco chuvoso, propicia muita luminosidade ao longo do dia e durante quase todo o ano, o que facilitava as filmagens, numa época em que a luminosidade artificial era escassa e dispendiosa.


Hoje, assinala-se mais uma cerimónia dos Óscares no Kodak Theatre.


Fonte: dica 5/02/09
Foto: internet

sábado, fevereiro 21, 2009

Dia Internacional da Língua Materna


Desde 21 de Fevereiro de 2000 que se celebra o Dia Internacional da Língua Materna. Foi Proclamado pela Conferência Geral da Unesco em Novembro de 1999, com o objectivo de promover a diversidade linguística e cultural e o plurilinguísmo.
Este ano, a Unesco organiza na sua sede em Paris, uma conferência internacional, tendo por tema as línguas e o ciberespaço
.



A língua Portuguesa é falada por 240 milhões de cidadãos em todo o mundo. De acordo com as mais recentes indicações, o mundo que fala português é avaliado, hoje, em mais de 200 milhões de pessoas (cerca de 180 milhões usa o Português como língua materna, 15 milhões, como segunda língua).




LÍNGUA PORTUGUESA

Última flor do Lácio, inculta e bela,
És, a um tempo, esplendor e sepultura:
Ouro nativo, que na ganga impura
A bruta mina entre os cascalhos vela...


Amo-te assim, desconhecida e obscura,
Tuba de alto clangor, lira singela,
Que tens o trom e o silvo da procela
E o arrolo da saudade e da ternura!


Amo o teu viço agreste e o teu aroma
De virgens selvas e de oceano largo!
Amo-te, ó rude e doloroso idioma,


Em que da voz materna ouvi: "meu filho!"
E em que Camões chorou, no exílio amargo,
O génio sem ventura e o amor sem brilho!


(Olavo Bilac)
(Fotos:internet)
(Pesquisa:internet)

sexta-feira, fevereiro 20, 2009

Vitorino Nemésio, morreu a 20 de Fevereiro de 1978



“Toda a vida estudei mais que pude de tudo para o que desse e viesse”, disse de si próprio Vitorino Nemésio.

Professor da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, escritor, poeta e ensaísta, de origem açoriana, era um comunicador nato.

Dedicou-se à televisão, tendo apresentado um programa cultural durante anos, o conhecido “Se bem Me Lembro”. O seu prestígio advém-lhe também do romance “Mau Tempo no Canal” e dos vários livros de poesia que o consagram como um dos grandes líricos do século XX.


Em 1965 recebeu o Prémio Nacional da Literatura e em 1974, o Prémio Montaigne.




Inseri um dos seus poemas.




A concha


A minha casa é concha. Como os bichos

Segreguei-a de mim com paciência:

Fechada de marés, a sonhos e a lixos,

O horto e os muros só areia e ausência.



Minha casa sou eu e os meus caprichos.

O orgulho carregado de inocência

Se às vezes dá uma varanda, vence-a

O sal que os santos esboroou nos nichos.



E telhadosa de vidro, e escadarias

Frágeis, cobertas de hera, oh bronze falso!

Lareira aberta pelo vento, as salas frias.



A minha casa... Mas é outra a história:

Sou eu ao vento e à chuva, aqui descalço,

Sentado numa pedra de memória.


In “Bicho Harmonioso”

(Foto:internet)

quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Os meus poemas preferidos




Mãos

Côncavas de ter
Largas de desejo
Frescas de abandono
Consumidas de espanto
Inquietas de tocar e não perder.

(Sophia de Mello Breyner)


(Foto:internet)

Humor " Negro "


(Pesquisa:internet)

quarta-feira, fevereiro 18, 2009

Sabedoria Popular


de Fevereiro


· Tantos dias de geada terá Maio, quantos de nevoeiro teve Fevereiro.

· Fevereiro quente, traz o diabo no ventre.

· Em Fevereiro põe o teu fumeiro.

· Aveia de Fevereiro enche o celeiro.

· Em Fevereiro neve e frio; é de esperar calor no estio.

· Dia de S.Brás (dia 3),a cegonha verás e, se não a vires o Inverno vem atrás.

· Aí vem o meu irmão Março, que fará o que eu não faço.

· Pelo S.Matias noites iguais aos dias.

· Em dia de S.Matias começam as enxertias.

· Se a Candelária chora, está o Inverno fora, se a Candelária rir está o Inverno para vir.

· Em Fevereiro chuva, em Agosto uva.

· Quando não chove em Fevereiro, nem bom prado, nem bom palheiro.

· Quer no começo, quer no fundo, em Fevereiro vem o Entrudo.


· Se o Inverno não faz o seu dever em Janeiro, faz em Fevereiro.

terça-feira, fevereiro 17, 2009

Quadros de Mulheres Africanas

Mulher africana, de beleza quente e sensual, filha da terra e do sol, moldada com as cores puras e térreas da natureza que a viu nascer.

















(Autor dos quadros: desconhecido)

segunda-feira, fevereiro 16, 2009

Já se vê e sente um cheirinho a Primavera!!!

Acordei! Está Sol!


Sol! Vida! Alegria! Esperança! Renovação!


Não resisti!...


Dossier de Recordações

Não aprecio a época de carnaval.
No entanto, assinalo a data com umas fotos de um desfile dos meus alunos do 2-º ano (1996)



Foi há 84 anos


Carlos Paredes, guitarrista e compositor português, nasceu a 16 de Fevereiro de 1925.

Inseri dois vídeos. O primeiro com extractos da sua vida e obra e o segundo com uma homenagem do grande mestre da guitarra portuguesa à cidade de Coimbra e seu rio (Mondego).

Escolhi a homenagem a Coimbra, por ser uma cidade que muito me diz, a minha “cidade do coração”…com seus fados e guitarradas de que tanto gosto.

domingo, fevereiro 15, 2009

Nasceu há 445 anos




A 15 de Fevereiro de 1564, nasceu Galileu Galilei, matemático, astrónomo, físico e filósofo italiano.

As comemorações de Galileu Galilei começaram em Janeiro do corrente ano, com o lançamento do Ano Internacional da Astronomia, que marca os 400 anos da primeira observação astronómica da Lua, realizada por Galileu Galilei.

A data foi aproveitada pela Organização das Nações Unidas (ONU), que declarou 2009 o “Ano Internacional da Astronomia” ,para relembrar ao mundo a importância da Astronomia para o desenvolvimento das Ciências.



(Pesquisa:internet)

(fotos:internet)

sábado, fevereiro 14, 2009

Poema para o Dia dos Namorados


O LENÇO DOS NAMORADOS

(ponto-de-vista d’ ELA)
Num jardim, com perfume de alfazemas,
ouvia, declamando seus poemas,
um secreto poeta que eu não via.
Um lenço de pedidos me cobria
os olhos. O poeta me vendara
com tal destreza que eu jamais pensara
acontecesse assim em minha vida.
Sua atitude achei muito atrevida,
mas eu senti-lhe o gosto da paixão...
O lenço derreteu-me o coração
e o beijo que nos lábios recebi
me fez chegar aos lábios que não vi.
Ao perceber, então, que o aceitava
esse poeta me fez de sua escrava,
levou-me a passear por entre as flores
e, louca de paixão, lhes vi as cores,
senti perfumes que jamais sentira...
E o poeta tocava sua lira,
levando a cabra-cega ao paraíso...
Tirou-me o lenço, dei-lhe meu sorriso
e naveguei nas asas da poesia.
Dia dos Namorados... belo dia!
Jo®ge
O LENÇO DOS NAMORADOS

(ponto-de-vista d’ ELE)
Quero apanhar-te um dia de surpresa,
talvez num bosque de real beleza
e cobrirei teus olhos sem me veres.
Tu sentirás perfumes de prazeres
com as intenções que têm os namorados,
e ficarás com os olhos teus vendados
por lenço perfumado dos pedidos.
Hás de sentir vibrar os teus sentidos
nos beijos que darei sempre calado.
Num banco, sentadinha do meu lado,
sentirás nas delícias do algodão
o calor do meu louco coração.
Tu sorrirás, eu sei... serei gentil
nesse momento de paixão subtil.
Toda a conquista partirá de mim,
porque uma flor se colhe é no jardim.
Enfim, meus versos te declamarei.
Serás rainha e serei teu rei
no doce encanto de amorosa lenda,
pelo teu sim, removerei a venda
e, enamorados, cheios de poesia,
nos amaremos, sendo... o nosso dia!
Jo®ge

História do Dia dos Namorados


Segundo a versão mais conhecida, a comemoração teve origem na Roma antiga, no século III.

O padre Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras, acreditando que os solteiros eram melhores combatentes.

Além de continuar a celebrar casamentos, Valentim casou-se secretamente, apesar da proibição do imperador. Recusando-se a renunciar ao Cristianismo, Valentim foi condenado à morte. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, apaixonou-se pela filha, cega, de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão.

Antes de partir, Valentim escreveu-lhe uma mensagem de adeus, na qual assinava como “Seu Namorado”.

Considerado mártir pela Igreja Católica, a data de sua morte - 14 de Fevereiro - também marca a véspera das lupercais, festas anuais celebradas na Roma antiga em honra de Juno (deusa do matrimónio) e de Pã (deus da natureza). Um dos rituais desse festival era a passeata da fertilidade, em que os sacerdotes caminhavam pela cidade batendo em todas as mulheres com correias de couro de cabra para assegurar a fecundidade.

Outra versão diz que no século XVII, ingleses e franceses passaram a celebrar o Dia de São Valentim como o encontro dos Namorados. A data foi adoptada um século depois nos Estados Unidos, tornando-se o Valantine´s Day. E na Idade Média, dizia-se que o dia 14 de Fevereiro era o primeiro dia de acasalamento dos pássaros. Por isso, os namorados da Idade Média usavam esta ocasião para deixar mensagens de amor na soleira da porta da amada.

(Pesquisa:internet)
(Foto:internet)

sexta-feira, fevereiro 13, 2009

Momento de Poesia


AMAR...

Amar é um verbo praticado do substantivo Amor...

Amar não pode ser medido em Matemática...

Amar não pode ser explicado em Filosofia...

Amar não pode ser traçado em História...

Amar é simplesmente quando te olho nos olhos e os meus brilham...

Quando estou em teus braços e meu coração dispara...


Quando ganho um beijo teu e o mundo pára naquele instante...

É quando estou perto de Ti e não quero mais ficar longe...

AMAR é simplesmente AMAR!

Por isso, digo-te:

AMO-TE !!!

(Patrick W. O. Lima )
(Foto:internet)

Luís Represas volta aos grandes concertos


Autor, compositor e intérprete, Luís Represas está de volta aos grandes espectáculos. No passado dia 8 actuou no coliseu do Porto. Hoje sobe ao palco do Campo Pequeno, em Lisboa.

Os concertos têm como base o seu último trabalho intitulado “Olhos Nos Olhos”, não esquecendo também alguns temas incontornáveis do seu vasto repertório.

quarta-feira, fevereiro 11, 2009

Porto Antigo

Viajando no tempo, apreciem a beleza histórica da cidade do Porto de então e, se a visitarem ,comparem-na com a degradação com que hoje se depara.




Porto Sentido

Quem vem e atravessa o rio,
junto à serra do Pilar,
vê um velho casario
que se estende até ao mar.

Quem te vê ao vir da Ponte
és cascata Sanjoanina
erigida sobre um monte,
no meio da neblina,
por ruelas e calçadas,
da Ribeira até à Foz,
por pedras sujas e gastas
e lampiões tristes e sós.

Esse teu ar grave e sério
dum rosto de cantaria
que nos oculta o mistério
dessa luz bela e sombria.

Ver-te assim abandonado
nesse timbre pardacento,
nesse teu jeito fechado
de quem mói um sentimento…
e é sempre a primeira vez,
em cada regresso a casa,
rever-te nessa altivez
de milhafre ferido na asa.

(Carlos Tê)

(Fotos:recebidas por e-mail)
(Vídeo meu)

terça-feira, fevereiro 10, 2009

História dos Lenços dos Namorados

Os lenços dos namorados existem em todo o país, com maior incidência no Minho. Apresentam-se como a mais pura forma poética e artística utilizada pelas moças do Minho, em idade de casar.

Supõe-se que a origem dos “lenços dos namorados”, também conhecidos como “lenços dos pedidos”, esteja nos lenços senhoris dos séculos XVII e XVIII, e que foram adoptados e adaptados pelas mulheres do povo, com o fim de conquistar o seu namorado.

A moça, quando estava próximo da idade de casar, fazia o seu lenço bordado a ponto de cruz, num pano de linho fino ou de um lenço de algodão.

Era bordado com as simbologias que irrompiam da sua imaginação. Neste trabalho eram valorizados sentimentos humanos como a fidelidade, dedicação, amor…

Eram semanas ou meses de trabalho na elaboração de um lenço que poderia firmar ou não o início de um namoro.

Depois de bordado, o lenço ia ter às mãos do” namorado” ou “conversado” e conforme a atitude deste de o usar publicamente ou não, decidia-se o início do namoro.

Inseri algumas fotos dos lenços.



















(Pesquisa:internet)
(Fotos:internet)

Mona Lisa " Animada"

ShareThis