sexta-feira, abril 10, 2009

Parabéns a mim própria

Segundo relato de minha mãe, era já tarde, dia 9 de Abril de 1949, quase dia 10, quando se levantou incomodada com os primeiros sinais de parto. Meu pai saiu para chamar a mãe (minha avó) e pela criada (Tiaurea) para que fosse chamar a parteira.
Minha mãe deambulava pela casa acompanhada pela minha avó paterna.
Soaram as 3 badaladas da madrugada no relógio da igreja de Cortegaça e… nasci! Sem parteira.
Ouviu-se o choro!
Minha avó disse: É menina!

Nasceu a Lisinha! (diminutivo carinhoso de Elisa).




Ainda não me sentava "sozinha". Alguém, escondido, me amparava.



Não gostei!... Nota-se!
Mas digam lá!
Não era mesmo fofinha?!

60 anos era Domingo de Ramos!

Mona Lisa " Animada"

ShareThis