segunda-feira, agosto 30, 2010

Li e gostei


" A vida só pode ser compeendida olhando-se para trás; mas só pode ser vivida olhando-se para a frente."

Foto minha

sábado, agosto 28, 2010

Momento de Poesia com Paula Raposo


Numa Maré


Vibro a paixão eloquente
Inesquecível e irrepetível
Não falada não dita.
Vibro profundamente
A tempestade
Numa maré
Em espuma desfeita,
Uma vaga de magia.
Vibram os sentidos
Em todas as palavras
Que se dizem.

Paula Raposo


Foto minha

quarta-feira, agosto 25, 2010

Um olhar



Com o anoitecer há um recolher ao remanso do lar. Tal como nós, a praia também repousa retemperando-se para um novo dia de bulício.
Não tarda, chega o "até para o ano".

Foto minha

domingo, agosto 22, 2010

Um olhar



Olhando o rio que serve de poiso onde as gaivotas mariscam, deparei-me com uma apreciando o voo da outra, possivelmente numa ida relaxante sem limite, com volta ao "porto seguro".
Quem sabe não terá pensado?!
Também vou voar, até que as asas me doam!

Foto minha

quinta-feira, agosto 19, 2010

Um olhar



Estas lapas vivinhas e frescas fazem-me lembrar outras "lapas", não tão frescas como estas, das quais fujo sempre que posso.
Sabem a que" lapas" me refiro?!

Foto minha

segunda-feira, agosto 16, 2010

sexta-feira, agosto 13, 2010

Um olhar


A Falésia está assim: um verdadeiro "formigueiro" humano.

Foto minha


terça-feira, agosto 10, 2010

Momento arrepiante



Passou-me uma tangente!...Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii...sacudi-me...saltei...finalmente vi-a no tecto e registei.
Quem a mata?!

Foto minha

quarta-feira, agosto 04, 2010

Li e gostei


Lealdade - A palavra mais bonita

Eu - A palavra mais egoísta

Nós - A palavra mais satisfatória

Inveja - A palavra mais venenosa

Amor - A palavra mais usada

Sorriso - A palavra mais prazerosa

Mentira - A palavra que mais prejudica

Humildade - A palavra mais difícil

Mágoa - A palavra que mais dói

Conhecimento - A palavra mais poderosa

(Desconheço o autor)


Foto minha

domingo, agosto 01, 2010

Momento de Poesia com Agostinho Fardilha



Augusto imperador teu nome inspirou,
gostou muito da plebe miserável:
ouviu sempre o povo que o abençoou;
se o ano foi de clima favorável,
teremos boas ceifas e gostosos frutos:
o lavrador em celeiro guarda os produtos.

Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

Mona Lisa " Animada"

ShareThis