sábado, junho 13, 2009

Fernando Pessoa , nasceu a 13 de Junho de 1888



É um dos maiores poetas da literatura portuguesa.
Poeta que muito aprecio.
Da sua vasta obra seleccionei este poema.



Todas as Cartas de Amor são Ridículas



Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)

Álvaro de Campos, in "Poemas" Heterónimo de Fernando Pessoa



P.S. Para informação detalhada sobre a sua vida e obra clique aqui.

Imagem:internet

Começaram os Santos Populares! (Santo António)

Não sendo apreciadora de arraiais nem de festas populares, deixo aqui este breve apontamento.



Foto:internet


Santo António é conhecido por todos como o "Santo Casamenteiro", pois, em vida, tinha o costume de pagar os dotes das moças pobres, para que assim conseguissem casar. Depois de sua morte, as devotas não pararam de invocá-lo para pedir um marido. Ainda hoje a tradição é mantida.

Galeria de F.lopes´s Album


Mona Lisa " Animada"

ShareThis