domingo, maio 03, 2009

Dia da Mãe




Resumo da História do Dia da Mãe


O dia da Mãe começou a celebrar-se em 1914.Anna Javis, uma órfã norte-americana empreendeu uma campanha com esse fim e o dia foi decretado oficial no ano seguinte, em Maio.
Oferecia-se às Mães uma flor branca se a Mãe tivesse falecido, colorida no caso de ser viva.
Em Portugal, o dia da Mãe foi decretado oficial em 1936, celebrando-se a 8 de Dezembro. Actualmente festeja-se no primeiro Domingo de Maio.


Para uma informação mais detalhada leiam aqui



Dedico este poema a todas as mães do mundo, especialmente à minha.



Para sempre


Por que Deus permite
que as mães vão-se embora?
Mãe não tem limite,
é tempo sem hora,
luz que não apaga
quando sopra o vento
e chuva desaba,
veludo escondido
na pele enrugada,
água pura, ar puro,
puro pensamento.
Morrer acontece
com o que é breve e passa
sem deixar vestígio.
Mãe, na sua graça,
é eternidade.
Por que Deus se lembra
- mistério profundo –
de tirá-la um dia?
Fosse eu Rei do Mundo,
baixava uma lei:
Mãe não morre nunca,
mãe ficará sempre
junto de seu filho
e ele, velho embora,
será pequenino
feito grão de milho.


Carlos Drummont de Andrade ( Antologia Poética)



Apesar de triste, inseri esta bela canção que igualmente a dedico a todas as mães ausentes e presentes.





Imagem:internet

Mona Lisa " Animada"

ShareThis