domingo, março 01, 2015

Sintonia entre olhar e poesia



O sino e o relógio da Igreja,
nos povoados ao longe perdidos,
regulam o dia a dia das gentes:
desde o levantar, onde quer que se esteja,
olhar ou ouvido a eles dirigidos
convertem-nos em íntimos parentes.
P'ro jantar chama o toque do Sagrado;
as Ave- Marias, fim dos trabalhos;
relógio manda todos p'ra cama.
O sino anuncia mais um ser nado;
o seu repique p'ros recém- casados
contrasta com dobre, quando Deus chama.

Vocabulário:
jantar (hoje, almoço)

Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

Mona Lisa " Animada"

ShareThis