sábado, janeiro 08, 2011

"Olaria de Bisalhães:rostos de barro preto", patente no Museu Abade Pedrosa (Santo Tirso)

O centro olárico de Vila Real

A loiça preta que ainda hoje se produz em Bisalhães, lugar da freguesia de Mondrões, em Vila Real, teve a sua origem há muitos séculos, quando as oficinas de oleiros se estendiam por várias localidades - Parada de Cunhos, Lordelo, Vila Marim - constituindo-se um centro produtor de loiça preta de considerável importância.

Comer em loiça de barro de Bisalhães

Hoje, e desde há uma vintena de anos, a olaria de Bisalhães mantém-se na mão de velhos oleiros. Não se vê gente nova a querer dedicar-se à arte. É certo que novos horizontes se abrem para que o barro continue a ser usado na criação de peças, mas o caminho parece passar pela realização de figurado, procurando-se deste modo novos clientes para novos usos. Se todos continuarem a usar nas cozinhas, em forno a gás, eléctrico ou em micro- ondas, as vasilhas destes oleiros, seguramente se contribui para manter uma arte ancestral.

(Museu de Arqueologia e Numismática- Vila real)



Olaria de Bisalhães

Carga de loiça dentro do cesto


Serviço de chá


Talha

Barro e sachola


Giesta e carqueja (usadas na cozedura da loiça)

Peneiras e pico

Roda e banca

Fotos minhas (pequena amostra da exposição)



Mona Lisa " Animada"

ShareThis