quinta-feira, fevereiro 26, 2009

Amor à Mona Lisa em Portugal

Recebi de um Poeta "AMIGO", de Além-Mar, esta pequena "GRANDE" homenagem, a qual agradeço.




ACRÓSTICO

Mora em PORTUGAL nossa MONA LISA,


O Amor ali plantado e cultivado.

Nos versos ELA encanta e se eterniza

Assim com CAMÕES sempre é lembrado.




Lá da Mãe-Pátria chega seu talento,

Inspira-nos também pela cultura :

Simbolismos de claro entendimento

A prosa recheada de ternura.


26/fev/2009
Jo®ge das Neves

Siza Vieira Galardoado


A Rainha Isabel II entrega , hoje, em Londres, a medalha de Ouro do RIGA /2009 (Instituto Real dos Arquitectos Britânicos), o mais importante galardão da Arquitectura Britânica.

Merece destaque o facto de que tendo Siza Vieira obra praticamente em todo o mundo, não tem nenhuma de referência , em Inglaterra.


Inseri fotos de duas das suas obras de destaque , em Portugal.





Museu Serralves /Porto



Pavilhão de Portugal/Lisboa

Victor Hugo



Escritor, poeta e dramaturgo francês, autor de uma imensa obra, nasceu a 26 de Fevereiro de 1802.
Aos 20 anos publicou uma reunião de poemas, "Odes e Poesias Diversas", mas foi o prefácio de sua peça teatral "Cromwell" que o projectou como líder do movimento romântico em França.




O seu grande romance histórico, "Notre Dame de Paris" , mundialmente conhecido como "O Corcunda de Notre Dame" (1831), conduziu-o à nomeação de membro da Academia Francesa, em 1841.



Les Misérables (Os miseráveis) são um clássico do romantismo francês escrito por Victor Hugo no século XIX, que narra a situação política e social francesa , através da história de Jean Valjean (um ex-presidiário que de ladrão rancoroso se tranforma na benevolência em pessoa).

Esta obra foi adaptada ao cinema e em musical da Broadway, no século XX.


Inseri um dos seus poemas, de que gosto.



O Homem e A Mulher

O homem é a mais elevada das criaturas;
A mulher é o mais sublime dos ideais.
O homem é o cérebro;
A mulher é o coração.
O cérebro fabrica a luz;
O coração, o AMOR.
A luz fecunda, o amor ressuscita.
O homem é forte pela razão;
A mulher é invencível pelas lágrimas.
A razão convence, as lágrimas comovem.
O homem é capaz de todos os heroísmos;
A mulher, de todos os martírios.
O heroísmo enobrece, o martírio sublima.
O homem é um código;
A mulher é um evangelho.
O código corrige; o evangelho aperfeiçoa.
O homem é um templo; a mulher é o sacrário.
Ante o templo nos descobrimos;
Ante o sacrário nos ajoelhamos.
O homem pensa; a mulher sonha.
Pensar é ter , no crânio, uma larva;
Sonhar é ter , na fronte, uma auréola.
O homem é um oceano; a mulher é um lago.
O oceano tem a pérola que adorna;
O lago, a poesia que deslumbra.
O homem é a águia que voa;
A mulher é o rouxinol que canta.
Voar é dominar o espaço;
Cantar é conquistar a
alma.
Enfim, o homem está colocado onde termina a terra;
A mulher, onde começa o céu.
(Fotos:Internet)

Mona Lisa " Animada"

ShareThis