segunda-feira, fevereiro 13, 2017

Um olhar




(…)
Ninguém sabe que coisa quer,
Ninguém conhece que alma tem,
Nem o que é mal nem o que é bem.
(Que ânsia distante perto chora?)
Tudo é incerto e derradeiro.
Tudo é disperso, nada é inteiro.
Ó Portugal, hoje és nevoeiro...

É a hora!


(Fernando Pessoa)


Mona Lisa " Animada"

ShareThis