quinta-feira, outubro 28, 2010

Continuando com a poesia de Agostinho Fardilha

Poesia do Século XVII

A Poesia Lírica Cultista e Conceptista

O cancioneiro barroco: A “Fénix Renascida” e o “Postilhão de Apolo”



E a “viagem” continua com o poeta

Padre Eusébio de Matos



A uma noiva chamada Áurea



Oitavas


Linda noiva, por que Áurea te chamas?
Chamas serão labaredas do Amor
que te lança nos braços de quem amas?
Teu cabelo ao ouro furtou a cor,
que, ao raiar da Aurora, nela derramas.
Em breve chegará o teu senhor.
Prepara a candeia. Acende o pavio.
Vem alegre. Já se ouve o assobio.


Estás cheio de vida. Qual teu nome?
Nomeado p’ra noivo desta dama
foste. Sou de linhagem de renome,
porém, de limitada dinheirama.
Argênteo de baptismo é prenome.
Ouro e prata matizam nossa cama.
E, se nenhum impedimento houver,
hoje, Deus faz-nos marido e mulher.


Estão já decorridos nove meses,
meses habituais p’ro nascimento.
As dores do parto surgem mais vezes
e os pais, ansiosos, esperam o evento.
Que cor tem o filho destes fregueses!
Não é do ouro, nem da prata, o rebento,
mas do ferro. Vem c’ele a nova era,
em que a Humanidade se torna fera.




Vocabulário
Freguês = paroquiano


imagem:internet


Agostinho Alves Fardilha (o meu Pai)
Coimbra

segunda-feira, outubro 25, 2010

Momento de Poesia com Agostinho Fardilha

Poesia do Século XVII

A Poesia Lírica Cultista e Conceptista

O cancioneiro barroco: A “Fénix Renascida” e o “Postilhão de Apolo”





Prosseguimos a “viagem” com o poeta

D. Tomás de Noronha





A uma beata arrebitada


Endechas


Por que foste à Igreja,
“setentona” esguia?
P’ra que alguém te veja
e diga qu’és pia?


Queres devorar
algum mocetão?
P’ra ti a olhar
está um barão.


É velho qual tu:
procura um amparo.
Não é um gurú,
mas um bife caro.


Olhas com desprezo
e no teu pescoço,
que o pões bem teso,
eis grande caroço.


Olhou e fugiu,
temendo saísse.
O rosto encobriu,
t’arrenego, disse.


Não és peixe fresco
como o apregoas.
Nem és um refresco
p’ra goelas boas.


Bem vestida andas:
saia de veludo,
casaco de bandas,
sapato bicudo.


A cara com rugas
é grande tormento.
Mas, se as enxugas,
usa bom cimento.


Queres um conselho?
Mete no toutiço
que é melhor ser velho
do que ser derriço.



Vocabulário
caro = desejado
derriço = chacota
gurú = espécie de peixe


Foto : internet

Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

sábado, outubro 23, 2010

quinta-feira, outubro 21, 2010

Um olhar


"Frente a Frente", mantendo as suas convicções, quer chova ou faça sol, assim deveriam ser os nossos governantes que , infelizmente esquecem a frontalidade e honestidade que o povo luso lhes merece.


Foto minha

terça-feira, outubro 19, 2010

Recordando a Capadócia ( Turquia )

Fantástico! Incrível!
Região única que se deve a dois vulcões (já extintos) que expeliram a sua lava e cinzas que formaram o "tufo", escavado depois pela erosão dos ventos e chuvas, durante milhares de anos.


Fotos minhas

sábado, outubro 16, 2010

Dia Mundial da Alimentação

A Panela ! De ferro, de barro, de alumínio ou de qualquer outro material será sempre o símbolo da comida do rico ou do pobre.

Visitando uma feira de velharias reparei numa panela de ferro, como esta, que parecia dizer-me:
Lembras-te de mim?!
Sorri, ao recordar onde tinha convivido com ela. Recuei no tempo e senti o cheirinho da sopa da minha avó materna.
Foi um recordar agradável, pois tinha revivido mais uma "novidade" de quando vínhamos de férias a Portugal.

Imagem:internet

quarta-feira, outubro 13, 2010

A minha singela homenagem a Manuel Bandeira, poeta brasileiro, falecido há 42 anos.


A Estrela



Vi uma estrela tão alta,
Vi uma estrela tão fria!
Vi uma estrela luzindo
Na minha vida vazia.


Era uma estrela tão alta!
Era uma estrela tão fria!
Era uma estrela sozinha
Luzindo no fim do dia.


Por que da sua distância
Para a minha companhia
Não baixava aquela estrela?
Por que tão alta luzia?


E ouvi-a na sombra funda
Responder que assim fazia
Para dar uma esperança
Mais triste ao fim do meu dia.

Manuel Bandeira


Imagem :internet

segunda-feira, outubro 11, 2010

sábado, outubro 09, 2010

Jonh Lennon faria 70 anos

Ganhou notariedade como membro do grupo britânico "The Beatles". Mais tarde, dedicou-se à carreira a solo.
Das suas composições e interpretações destaco "Imagine" que se tornou um hino à paz.

quinta-feira, outubro 07, 2010

Um olhar


Numa paisagem bucólica, um passeio a dois. O Sol embriagado pela brisa fresca outonal e a paz da Natureza surpreendida pela melodia do canto das aves.
 Cheios de emoção, pararam e olharam entre si: olhares trocados num silêncio também cúmplice.

Foto minha

terça-feira, outubro 05, 2010

Implantação da República



Passaram 100 anos.
Teria havido melhorias ou por outro lado a situação piorou?

Cada um saberá avaliar.


Imagens: internet

domingo, outubro 03, 2010

Um olhar

"Sentindo-o", fui invadida por várias sensações: imensidão, liberdade, tranquilidade, mas também isolamento e silêncio.

Fotos minhas ( deserto do Saara /Erg Chebbi)

sexta-feira, outubro 01, 2010

Momento de Poesia com Agostinho Fardilha


Oitavo mês do repertório antanho
uberou, então, o décimo da agora;
terminou das uvas e milho o apanho,
urge colher as castanhas: está na hora;
berros e protestos em Paris:
reclama a multidão infeliz
o poder, sendo do Rei juiz.

Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

Mona Lisa " Animada"

ShareThis