sexta-feira, abril 01, 2016

Sintonia entre olhar e poesia





Chegou a Primavera. Vamos festejar.
Olhai as flores já estão a desabrochar.
O árido dá lugar ao colorido.
Nas fontes a água tem diverso ruído.
Das aves os trinados enchem os ares;
o seu namoro inveja humanos pares.
Os lábios colam-se de dia,
de noite, os beijos são à porfia.
Jardins, franqueados os portões,
enfloram de amor corações.
Saudo-te, Primavera;
não fujas, por mim espera.


Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

Mona Lisa " Animada"

ShareThis