segunda-feira, setembro 01, 2008

Dia 31 de Agosto de 2008, festa da Nossa Senhora da Praia

Foi a devoção a Nossa Senhora que me levou até à Praia das Maçãs, onde outrora levara o meu filho mais velho a brincar nos baloiços junto à praia, batida por um mar imenso de sons e cheiros.
Hoje acompanhou-me o filho mais novo e uma sobrinha e um dia de praia espectacular, ameno e cheio de luz recebeu-nos para a sua festa.
Uma missa rezada ao ar livre junto da capela, os bolos doces, tipo arrufadas de Coimbra, vendidos no adro, juntamente com medalhinhas da Nossa Senhora da Praia; as ordens um pouco desajeitadas para que os andores se " arrumassem" atrás da banda, tudo tão simples, tão verdadeiro, tão natural!...
E ouvia-se entre a multidão" que nunca esteve tanta gente, como este ano!"
E a procissão lá seguiu o seu percurso, mas eu fui visitar a pequena capela limpa e arrumadinha,
indo depois para a praia à espera de "não sei bem o quê..."
Debruçada na balaustrada do estrado de madeira, em cima do areal, respirando o ar abençoado por Nossa Senhora da Praia ou Iemanjá vi chegar a procissão que se dirigia para a praia.
Os andores foram levados pelo mar adentro e eu segui-os num misto de devoção, alegria e espanto.
Os céus eram sobrevoados por pequenas avionetas que lançavam pétalas sobre a praia e o povo atirava flores para as imagens sagradas que iam nos andores ou apenas para o mar. Pedi a uma pequenina, que tinha um saco cheio de pétalas, que me desse duas, lancei-as também ao mar e persignei-me perante as imagens.
Foi tudo tão lindo, tão simples, tão puro!...
Para o próximo ano vou voltar, mas levarei comigo o meu saco cheio de pétalas!


( Foto: freguesiacolares.blogspot.com)

Mona Lisa " Animada"

ShareThis