quinta-feira, novembro 26, 2009

A 26 de Novembro de 2006 morreu Mário Cesáriny, escritor e pintor português


De entre a sua vasta obra poética destaco um poema que gosto.


Poema

Em todas as ruas te encontro
em todas as ruas te perco
conheço tão bem o teu corpo
sonhei tanto a tua figura
que é de olhos fechados que eu ando
a limitar a tua altura
e bebo a água e sorvo o ar
que te atravessou a cintura
tanto tão perto tão real
que o meu corpo se transfigura
e toca o seu próprio elemento
num corpo que já não é seu
num rio que desapareceu
onde um braço teu me procura

Em todas as ruas te encontro
em todas as ruas te perco


Foto:internet

9 comentários:

Chris disse...

Como hoje interpreto este poema duma forma diferente, de quando o li pela primeira vez: "toca o seu próprio elemento num corpo que já não é seu..." - esse é o encanto da poesia.

Coloquei no meu blogue um pequeno jogo, espero que goste.

Um beijo
Chris

Just Me...S disse...

Este não conheço miga!

beijoca doce

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

''Parabéns!!! Seu blog está concorrendo ao The Best GB 2009. São 10 blogs participantes. Destes, os 3 blogs com maior quantidade de votos, serão premiados com o Troféu The Best GB 2009. A votação encontra-se na página principal da Gazeta dos Blogueiros e se encerra em 1 semana. Faça a sua campanha! Boa sorte!

Gazeta dos Blogueiros ''



Queridos amigos,



Já que estamos concorrendo a esse prêmio, gostaríamos muito da sua participação votando na gente. Sempre é um prazer fazer parte de qualquer tipo de interação onde o prêmio é o reconhecimento daquilo que fazemos com amor.



Pra votar:



Clica aqui!


http://www.gazetadosblogueiros.com/


-

Diogo disse...

Olá Elisa
Agradeço a sua visita.
Também irei ao seu blogue com mais tempo, porque gostei do vi e ainda mais do que li.
Saudações
Diogo

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Esse poema é bem certo. Se perder e se encontrar... só com a pessoa que isso acontece ao mesmo tempo.

Voto computado e agradecemos, viu!

até mais.

Jota Cê

JPD disse...

É ou não um privilégio ter poetas assim e quem, publicando os seus poemas, reforce o mérito e bom gosto da poesia portuguesa?!

Saudações

mfc disse...

Um poema em que a extrema sensibilidade se entrelaça com uma enorme ternura.
Lindo!

Anónimo disse...

Já vai atrasado, mas não deixo de comentar.
Este poema tão fino e delicado fez-me recordar Florbela Espanca. Porquê?
Esta mulher dizia:
"Preciso tanto de ser embalada devagarinho...suavemente.como uma criança pequenina, sonhando de olhos fechados, num regaço carinhoso e quente!..."
Este poema penetra em nós ,pois é tal a sua veracidade de sentimentos, que no momento que o li senti-me" também embalada neste cruzamento de sensações" que como diz o poeta:
« Em todas as ruas te encontro
em todas as ruas te perco...»
«...que é de olhos fechados que eu ando
a limitar a tua altura...»
Este poema tem beleza . Não se limita a deixar o leitor feliz, mas é uma surpresa. Ele quase que nos tira a respiração por alguns momentos.
Esta Beleza, só não a sente quem não tiver sensibilidade.
Quem não sabe o que é o amor?
Quem não deseja ser sempre amado?

Mas termino com uma interrogação:
Há uma definição única para o Amor???

« Em todas as ruas te encontro
em todas as ruas te perco»

Dou um conselho: não tenteis agarrar o Amor, pois ele é como o mercúrio na mão. Deixe a mão aberta , e ele permanecerá; agarre-o firme, e ele escapará.

Se somos capazes de amar, também seremos capazes de ser amados.
É tudo uma questão de tempo.
(Paulo Coelho)
Parabéns, mais uma vez a quem escolheu este poema, pois o AMOR é fonte de vida!!!
Beijinhos.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

Mona Lisa " Animada"

ShareThis