quarta-feira, janeiro 13, 2010

Momento de Poesia


Ternura


Desvio dos teus ombros o lençol,

que é feito de ternura amarrotada,

da frescura que vem depois do sol,

quando depois do sol não vem mais nada...


Olho a roupa no chão: que tempestade!

Há restos de ternura pelo meio,

como vultos perdidos na cidade

onde uma tempestade sobreveio...


Começas a vestir-te, lentamente,

e é ternura também que vou vestindo,

para enfrentar lá fora aquela gente

que da nossa ternura anda sorrindo...


Mas ninguém sonha a pressa com que nós

a despimos assim que estamos sós!



David Mourão-Ferreira, in "Infinito Pessoal"

Foto minha

15 comentários:

Mal-Me-Quer Bem-Me-Quer disse...

OLá Elisa
Tudo bem Amiga?
Lindissimo, ou não fosse de David Mourão Ferreira
Beijocas
Ana

Lua disse...

Olá
Hoje vim pedir uma ajudinha...
O seu clique solidário não custará nada.
Digam aos seus amigos ainda hoje!

O Instituto Neo Mama de Prevenção e Combate ao Câncer de Mama em conjunto com a Equipe do Site do Câncer de Mama gerenciam uma campanha que necessita de cliques para alcançar quotas que lhes permitam oferecer mamografias gratuitas a mulheres brasileiras necessitadas.

Demora menos de 5 segundos, mas fará uma grande diferença acessar o site e clicar no botão cor de rosa que diz:
"Campanha da Mamografia Digital Gratuita

Acesse: http://www.cancerdemama.com.br

Não demora e não custa nada, ajudem a detectar precocemente o câncer de mama. Ele tem cura!
Obrigada
Beijinho
Lua Reis

Mena disse...

Olá!
David Mourão Ferreira foi meu professor na Faculdade e eu adorava as suas aulas. Estava sempre a sala cheia, porque estavam sempre alunos de outros cursos que iam assistir às aulas e, por vezes,. até gente que não andava na Faculdade. Eram cativantes as suas aulas, ficávamos todos suspensos nas suas palavras...
Bj
Mena

Anónimo disse...

O que seria da nossa vida sem «Ternura»?
Quantas pessoas não sabem o que é isto? Desconhecem a palavra. Nunca a sentiram!
Meu Deus!Como é possível?!!!

Sinto uma grande tristeza ,quando vejo rostos famintos de «ternura».

Estes versos tocam o nosso ser.
O poeta é aquele que tráz o céu à terra.

Estes dois versos:
«Começas a vestir-te, lentamente
e é ternura também que vou vestindo»
são a revelação de sentimentos um pelo outro( é o que sinto).

Na verdade quem sabe, ou melhor quem recebe« ternura » está à altura de enfrentar o mundo(aquela gente-como diz o autor) e de dar aos outros.

Só damos na medida que recebemos.
Dar o que se desconhece, não será dar , mas outra coisa qualquer.

Gostei do poema.
Foi uma sobremesa diferente," com sabor e aroma humano".

Beijinhos.

Fernanda disse...

Olá amiga,
venho retribuir a sua visita e agradecer o seu comentário.
Bjinhos.

Savi disse...

Olá Elisa
neste dia chuvoso sabe bem ter uma boa leitura com um cházinho bem quente no conforto do lar,não podia ter escolhido melhor este GRANDE escritor e poeta.....a palavra TERNURA há muita gente que não sabe o significado desta palavra.
Beijinhos e fique bem.
Savi

Rosa Goncalves disse...

É linda toda a terra
É linda cheia e não vazia
É linda no abismo e na era
É linda a criação da sabedoria

É linda a luz do firmamento
É linda diariamente usada
É linda no matar a sede ardente
É linda como foi transformada

É linda no cantar duma fonte
É linda no verão ou na primavera
É linda no longínquo horizonte
É linda na amizade sincera

É linda na amizade cristã
É linda santa das ervinhas
É linda feita a luz da manhã
É linda ás meigas criancinhas

É linda a terra o mundo diz
É linda no dinheiro e bem saber
É linda a matéria é ser feliz
É linda a natureza e o conhecer

É linda a Pátria por ela fico chorando
É linda no tempo e no final
É linda tão linda sempre recordando
É linda fica em cima mas muito mal

É linda tão larga como uma banda
É linda pelo mar e rio mimoso
É linda nos astros a terra anda
É linda em pedra ao sul dificultoso

É linda em serras grinaldas
É linda nos sonhos infantis
É linda pelas faces orvalhadas
És linda fostes feita de rubis.
_ROSA

mfc disse...

O David MF é dos poetas mais subtis no erotismo que transmite.
É sem dúvida nenhuma um dos meus Poetas...

Mal-Me-Quer Bem-Me-Quer disse...

Obrigado Elisa
São palavras como as tuas que me ajudam a fazer mais e melhor.
Beijocas ENORMES
Ana

Maripa disse...

Bela escolha,Lisa.

Gosto muito de David Mourão Ferreira e dos seus poemas e este, especialmente é uma "Ternura".

Bem-haja pela partilha.

Beijo carinhoso.

Paula Raposo disse...

Adoro DMF!! Este é mais um (dos sempre) belíssimos poemas dele.
Beijos.

Milai disse...

Olá Elisa!
Gostei muito da poesia. Ainda me lembro de um programa que ele tinha na televisão e que eu não gostava de perder. Só já não me lembro é do nome do programa.
Beijinhos

Diogo disse...

Olá Lisa, tudo bem?
Obrigado por ter gostado do quadro. O gesto, sendo para uma boa causa deixa de o ser porque as crianças merecem tudo, né?
A sua filhota sim, é um gesto ao alcance de poucas. Felicidades para elas.
Bjo e volte, ok?
Diogo

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

fatima disse...

estes versos transmitem Amor e Ternura.Fatima

Mona Lisa " Animada"

ShareThis