quarta-feira, fevereiro 10, 2010

Dicionário de Sentimentos




Saudade – é quando o momento tenta fugir da recordação para aparecer de novo e não consegue.

Recordação – é quando, sem autorização, o teu pensamento torna a mostrar um episódio.

Angústia – é um nó muito bem apertado no meio da tranquilidade.

Preocupação – é como uma cola que não deixa sair do teu pensamento aquilo que nem sequer aconteceu.

Indecisão – é quando tu sabes muito bem o que queres, mas parece-te que deverias optar por outra coisa.

Segurança – é quando a ideia se cansa de procurar e pára.

Pressentimento – é quando passa pela tua mente o “trailer” de um filme que pode nem acontecer.

Intuição – é quando o teu coração dá um salto no futuro e regressa imediatamente.

Vergonha – é um pano preto que tu queres que te cubra naquela hora.

Ansiedade – é quando os minutos parecem intermináveis para conseguires o que queres.

Interesse – é um sinal de exclamação ou de interrogação no final do sentimento.

Sentimento – é a língua que o coração usa quando necessita de mandar alguma mensagem.

Raiva – é quando o leão que vive em si mostra os seus dentes.

Tristeza – é uma mão gigante que aperta o coração.

Felicidade – é um momento que não tem pressa nenhuma.

Amizade – é compartilhar a vida com aqueles que amas, por mais diferentes que eles sejam.

Culpa – é quando estás convencido de que podias ter feito algo diferente, mas que nem sequer tentaste.

Lucidez – é um acesso de loucura ao contrário.

Razão – é quando o cuidado aproveita o sono da emoção e assume o comando.

Vontade – é um desejo que nos incentiva a fazer novas descobertas.

Paixão – é quando, apesar da palavra “perigo”, o desejo chega e instala-se.

Amor – é quando o resto da tua vida não te é suficiente para a compartilhar com essa pessoa especial.
Autor desconhecido
Imagem:internet

17 comentários:

Isabel disse...

Interessante este dicionãrio.

Gostei imenso da definição de tristeza.

Paula Raposo disse...

Gostei de ler.
Beijos.

A Magia da Noite disse...

no caminho dos sentires, todas as palavras têm um significado intenso que percebemos na pele.

.Lis disse...

Muito bom,Elisa
Gostei de todos, destaco o da recordação: "qdo ,sem autorização, o teu pensamento torna a mostrar um episódio"
verdade, nem sempre bom de recordar, nao é?
muitos abraços

O Báu da Mimi disse...

Olá :)

Gostei muito de ler este dicionário..
Está super interessante :)

Beijinhos*

mixtu disse...

apaixonado: é não dormir
yyayaya

abrazo serrano

Pérola disse...

Boa tarde vim te visitar.
Amei a sua postagem.
Embora cada um tenha uma idéia do q significa cada um desses sentimentos o seu está mais preciso.Creio q ñ é preciso dizer mais nada.
Parabéns.
Um beijo grannnnnnnnnnnnnde e uma linda tarde.

Agulheta disse...

Olá querida. Gostei de ler o dicionário interessante,tem lá significados que gosto, e obrigada pela partilha.
Beijinho e tudo de bom.Lisa

Lilá(s) disse...

Olá
Gostei imenso desse dicionário, muito interessante.
Bjs

Pérola disse...

Muito obrigado pela sua visita.
Um beijo grande.

artes_romao disse...

boa noite,td bem?
está mesmo giro este dicionário...
fica bem,jinhos***

serpai disse...

Siempre me es gratificante recorrer el mundo de los blogs… y encontrar algunos como el tuyo. También tengo la esperanza que alguna vez pueda verte por el mío, sería como compartir esta pasión por escribir que une a tantas personas y en tantos lugares...

Sergio

Anónimo disse...

Olá Elisa !

Como a vida é única, devo aproveitar ao máximo cada instante(está escrito).
Por isso, não posso deixar passar este momento de pausa.
Aqui estou com muito gosto e surpreendida, com este dicionário tão ajustado à nossa vida.
Gostei. Gosto mais de umas definições do que outras.
Dizer da qual eu gosto mais? Não.
Dizer da qual gosto menos? Também não.
« Quem o seu peito descobre
de si mesmo é traidor.»
Estou brincando com você!
Agora o que posso dizer é que tudo é relativo.Tudo na vida depende muito do estado de espírito
Sem sombra de dúvida que este dicionário está muito interessante Mais uma vez caí na meditação!!!
A Elisa tem este "condão".

Então pensei que uma coisa é «aquilo que eu sou como realidade objectiva» e outra coisa é
«a imagem que tenho dessa realidade».
Se a imagem e a realidade coincidem, somos equilibrados, adultos.

Nem sempre isto acontece, não é verdade?

Todos estes sentimentos passam por nós. Uns mais que outros.
Não há um ser igual. Somos únicos!
E aqui está a ponta do iceberg.
Se pudessemos excluir alguns do nosso Dicionário DA VIDA!!!
Se pudessemos manter outros por toda a eternidade!
Algumas definições são bastante fortes, mas nem por isso deixam de ter o seu cunho de verdade:

«Angústia»- é um nó muito bem apertado.
Se é um nó!Desejaria nunca senti-la

«Vergonha»-é um pano preto .
Que sentimento que nos arrasa!

Ai que dicionário!!!
Parece que estou num confessionário!
Como é bom pensar um pouco naquilo que fazemos ou deixamos de fazer.
De tudo se pode tirar conclusões.

Tanta angústia, tanta vergonha que eu posso originar em mim, ou nos outros, mas que posso evitar se estiver mais sensibilizado nos meus actos!!

Obrigada, pela "consulta"deste dicionário.

Resta-me dizer que escolho para terminar a definição do amor.
AMOR-é quando o resto da tua vida não te é suficiente para compartilhar com essa pessoa especial.
Mas acrescento:
Não desperdices o tempo. Entrega-te de corpo e alma, pois não sabes o dia de amanhã.
Vive hoje como se fosse o teu último dia de vida.
Obrigada pela interessante partilha.
Beijinhos.

Maripa disse...

Boa noite,Lisa!

Eis aqui um dicionário simples, bem explícito e interessante.

Esse nó bem apertado e a cola,são meus conhecidos... os outras definições,também,mas aquelas...

Beijinho.

Meio Cheio disse...

Muito bom dicionario não haja duvida! Bom de ler ^^

boa semana*

Rosa Goncalves disse...

Olá! um dicionário muito belo, adorei. BJS Rosa

Milai disse...

Umas defenições muito boas.
Beijinhos

Mona Lisa " Animada"

ShareThis