segunda-feira, fevereiro 01, 2010

Momento de Poesia com Agostinho Fardilha




Fábula ou não; oh! não sei;
e na cand’lária se diz:
vem a chorar, tempo feliz
e a rir, borrasca terei;
romanos se purificavam
e seus erros expiavam;
iam, de seguida, aos templos
rogar aos deuses as bacanais,
orgias de irracionais.

Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

19 comentários:

Maria Cusca disse...

Olá amiga.
Desculpa a minha ausência, mas estive sem computador e sem net.
Adorei este momento de poesia.
Está lindo e original.
Parabéns ao teu pai.
Jinhos e boa semana

Milai disse...

Muito bem feito como já é habitual.
O seu Pai foi outro dia lá à loja e perguntou quem costumava comentar a poesia. a minha filha que não sabia que ele era nosso cliente perguntou qual o nome do blogue e quando ele disse Fardilhas ela viu logo que era eu,pois costumo falar muito dele cá em casa.
Esteve a dizer à minha filha que ainda conheceu o meu Pai, o que não me admira pois ele era uma pessoa muito conhecida aqui em Coimbra.
A minha filha diz que o seu Pai é muito simpático.
Beijinhos

Paula Raposo disse...

Um beijinho ao teu Pai, porque eu acho delicioso este poema!!
Beijos para ti, também, claro!

Maria Clarinda disse...

Mais uma maravilha que aqui encontr...o teu Pai...é expectacular.
Jhs

Fernanda disse...

Olá,
passei para desejar uma boa semaninha.
Bjinhos.

Savi disse...

Boa tarde Elisa
Peço-lhe para transmitir a seu pai os meus sinceros parabéns com um beijinho,pois foi capaz de fazer um poema com as letras do mês de Fevereiro,FANTÁSTICO.
Beijinhos para si e que este lindo sol também brilhe em Coimbra.
Savi

Zé Al disse...

Olá Lisa
Mais um lindo poema de seu pai!
Mais uma vez lhe peço que transmita os meus sinceros parabéns ao seu pai!
Beijos Zé Al

BAÚ DA JOANINHA disse...

Olá Elisa,
Passei para lhe desejar uma excelente semana.
Beijinhos,

Joana

fatima disse...

Poema muito bonito.Teu pai escreve mt bem.FÁTIMA

Mena disse...

Olá!
Gosto do poema, como de costume!
Fico à espera de mais.
Bj
Mena

mfc disse...

Como sempre um rigor métrico fantástico.
Gostei muito deste Fevereiro romano...

Nilson Barcelli disse...

Graças a ti, já li alguns poemas do teu pai. São sempre muito bons.
Este é exemplo disso mesmo.
Querida amiga, boa semana.
Beijos.

Anónimo disse...

Ora cá temos a visita do escritor Agostinho Fardilha!
Mais uma vez escreve com sabedoria. Desta vez ,também questiono se é
«fábula» ou não?!.
Mas tem sido guia para o povo como reza o provérbio:

«Se a candelária chora está o Inverno fora,
Se a candelária rir está o Inverno para vir.»

Agora, da forma como está escrito este provérbio é que é de lhe tirar o chapéu!!!
Tive de certo modo de fazer uma boa "ginástica mental ", pois com este famoso escritor não se torna muito fácil de imediato a sua compreensão, pois a linguagem utilizada é sempre muito"cuidada".

Mas faça-se justiça; é um acróstico relativo ao mês de Fevereiro com muita classe!!!

Parabéns ,Sr. Dr.
.Escreva sempre,pois será sempre bem-vindo.

Beijinhos para a filha sortuda, Elisa.

Mary disse...

Olá Elisa,
Aprecio imenso a poesia...pois é a sensibilidade de alguém que fala..!!
Parabéns a pai e filha..
Bjs e boa semana

O Báu da Mimi disse...

Lindo :)

Obrigada pelas palavras que deixou no meu blog :)

Beijinhos e uma boa semana*

Mena disse...

Olá!
Vim agradecer a tua visita e dizer-te que lá pela minha escola os garotos não param. Os mais participativos são os do 1.º ciclo, os outros acham-se muito crescidos e as manualidades não lhe parecem interessar muito. Depois de verem, também querem... Mas por iniciativa própria, sem um empurrãozinho, não vão lá.
Bj
Mena


Ah, denuncio também algo que considero muito grave! Vivemos ou não em democracia?

.Lis disse...

Oi
Passando pra agradecer a visitinha dias desses,gostei de conhecer seu blog, acompnho seus comentários em blogs amigos, mas nem sempre podemoas visitar todos.Fico feliz de segui-la rs e bem vejo que toda a família tem dons poéticos.
Lindo acróstico, parabéns ao seu pai.
Més próprio de orgias , que haja depois a purificação rsrs
abraços

Carmo disse...

Olá Elisa, afinal a veia poética já vem de família!

Parabéns ao Sr Agostinho, seu pai

Beijinhos


Carmo

Lilá(s) disse...

E mais um lindo momento de poesia, parabéns ao pai.
Um beijinho

Mona Lisa " Animada"

ShareThis