sexta-feira, maio 07, 2010

Momento de Poesia com Paula Raposo


Em chamas e fogo

Oiço a tua voz
macia e quente
no tom baixo que usas
para te expressares,
inquietas-me
e arrepias-me
e eu vibro feita chamas
e fogo
ao calar a tua boca
nos meus lábios,
na língua que te procura
na entrega infinita
e intemporal
de tudo o que é meu.


Oiço a tua voz macia
que me lambe e lambuza
e me contrai,
neste desejo de te repetir.


Alongando o teu tempo
em mim...

Paula Raposo

Foto minha

17 comentários:

Vieira Calado disse...

Parabéns às duas.

A si e à Paula.

Beijinhosss

Anónimo disse...

O fumo é um «produto da reacção», tentando explicar em termos físicos.
Esta foto adapta-se perfeitamente ao poema de Paula Raposa, pois através dele sentimos principalmente uma nostalgia, uma saudade do bem amado.

Estes sentimentos afloram-se naturalmente ao sabor da pena, pois o coração fala por meio da escrita.

A Física, hoje , é o meu guia!!!

Há nitidamente outra "reacção química" a que se chama uma «combustã».

No passado" ardeu" o sentimento e agora...

A extravasão dos sentimentos é tão clara!
«Alongando o tempo em mim»

Isto é afinal um sentimento que todo o ser humano necessita e anseia:
Que sejamos amados por toda a vida.

Grande poder de síntese na poesia, que tanta " peso"tem.

Parabéns pelas obras apresentdas:
pela foto e pelo poema.

Beijinhos.

Anónimo disse...

Ressalvo a palavra"combustã»
É sim combustão
---------
Beijinhos

Bella disse...

Nossa| Que pôr de sol lindo! Adoro pôr-de-sol e amanhecer! Algum dia vou pintar um quadro dum amanhecer :) Bjs

tibeu disse...

Desculpa entrar sem licença, mas adorei este blog. bj

A Magia da Noite disse...

um sentido em plena ebulição.

Paula Raposo disse...

Obrigada Lisa, mais uma vez! Linda a foto escolhida. Muitos beijos.

Zé Al disse...

Olá Lisa
Mais um poema lindo da Paula acompanhado de uma linda foto!
O tempo não tem sido muito mas lá consegui realizar uma tela e agradeço imenso a visita e os comentários.
Vou tentar visitar mais vezes os blogues ,para tentar não ser esquecido,mas uma coisa é de certeza eu nunca vos esquecerei!
Beijos Zé Al

Carmo disse...

Olá Elisa, bonito post, a Paula certamente está orgulhosa

beijinhos

Bom fim-de-semana

Savi disse...

Olá Elisa
Mais uma foto magnífica....que está em perfeita harmonia com este poema.
Beijinhos um óptimo fim de semana.
Savi

lis disse...

Quando o coração esá pleno as palavras fluem assim comol nesse poema "infinita e intemporal".
Em chamas ,que é bom rs
abraços e parabéns a Paula

Margarida disse...

Lindo o seu poema. Beijos

Filipa disse...

Olá,

Um belo poema da Paula... com muita sensualidade.

Boa escolha.

beijinhos

Just Me...S disse...

Lindo poema da Paula!

Beijoca doce

Carla disse...

Lindo como sempre. Em relação ao teu comentário, o desepero é da professora claro, hoje em dia é sempre deles conseguiram desvalorizar uma das mais importantes profissões. Um beijão linda e um bom fim de semana

Graça Pereira disse...

O Pôr do sol maravilhoso joga bem com as palavras de amor do poema...Perfeito!!
Beijo amigo
Graça

Milai disse...

Boa noite,Elisa!
Enfim cheguei!Estava a ver que não...eheheheheheh
Gostei muito desta poesia e a foto que a ilustra está espectacular!
Beijinhos

Mona Lisa " Animada"

ShareThis