quarta-feira, dezembro 08, 2010

Escada Em Caracol



É uma escada em caracol
e que não tem corrimão.
Vai a caminho do Sol
mas nunca passa do chão.

Os degraus, quanto mais altos,
mais estragados estão.
Nem sustos nem sobressaltos
servem sequer de lição.

Quem tem medo não a sobe.
Quem tem sonhos também não.
Há quem chegue a deitar fora
o lastro do coração.

Sobe-se numa corrida.
Corre-se p'rigos em vão.
Adivinhaste: é a vida
a escada sem corrimão.

David Mourão Ferreira

Foto minha

16 comentários:

rosa-branca disse...

Bela escolha amiga e extraordináriamente belo. Que seja feita homenagem aos nossos bons poetas. Beijos com carinho

artes_romao disse...

boa noite, td bem?
tantas fotos lindas...adorei.
e quanto à iluminação de natal também não me passou ao lado.
realmente é de lamentar...também olho muito a esses pormenores.
fica bem,jinhos***

Carla disse...

Elisa !
Que lindo!
Quanta sensibilidade....

um beijo

Paula Raposo disse...

Adorei a foto da escada. Sou fã incondicional de David Mourão Ferreira!!
Beijinhos.

Lilá(s) disse...

Que encanto de imagem! e poema claro...
Bjs

Bella disse...

Bela poesia :) Bjs

JPD disse...

Conhecendo a obra de David Mourão Ferreira, este poema aparenta de uma facilidade espantosa, de uma agilidade imbatível e, no entanto, cheio de sabedoria e estética.

Gosto imenso de DMF.

A tua escolha é excelente.

Bjs

Savi disse...

Olá Elisa
Perfeita combinação do poema com a foto. O poema é lindo e a escolha da fotografia não podia ser melhor.
Beijinhos
Savi

mfc disse...

Uma óptima foto e legendada por um dos meus poetas preferidos.
Parabéns.

Lis disse...

Boa escolha Mlisa
Um poeta nao precisa muito pra desenhar palavras e faze-las tão belas, uma escada em caracol e eis aí o mote primoroso rs
abraços amiga

tibeu disse...

Desculpe entrar sem pedir licença, mas apareci e gostei muito mesmo do que li, os meus parabens. Voltarei se me permitir. Abraço

Carla disse...

Oi minha linda, sim ainda estou viva eh eh eh eh para não variar sempre com grande atraso mas felizmente já me conheces de gingeira e não me ligas eh eh eh Como tenho saudades de aparecer com regularidade e de te apanhar desse lado ao mesmo tempo snif snif snif. Um grande beijão e um bom fim de semana

Mena disse...

Olá!
Adoro este poema!
Bj
Mena

Canduxa disse...

Vim deixar o beijinho...estava com saudades!
Espero voltar em breve e não esqueci o nosso encontro.
A foto está linda!

Eli disse...

Faz-me lembrar uma de ferro em Lisboa...

:)

olharbiju disse...

Adorei a foto e o poema lindissimo de David Mourão Ferreira.
Obrigada.
Bjnhosss
alice

Mona Lisa " Animada"

ShareThis