quinta-feira, fevereiro 10, 2011

Li e gostei



Tenho cabelos claros, pintados para escurecer os fios brancos.


Não me recordo exactamente em que ano eles começaram a branquear...


Tenho algumas rugas em volta dos olhos, mas também não me recordo quando elas começaram a aparecer.


(...) Das minhas unhas cuido semanalmente, penso que elas são um cartão de visita. Unhas mal tratadas causam uma péssima impressão!


Do corpo, quase não cuido, só recentemente entrei para uma academia por ordem médica.


(...) Enfim, os meus anos passaram e as marcas que eles deixaram , não tenho como conter. Nem pretendo isso!


Acredito que cada marca, que meu corpo carrega, tem uma linda história.


Às vezes na frente do espelho ao descobrir uma nova ruguinha fico pensando o que a causou.


(...) Poderia enumerar também a história de cada fio de cabelo branco. Foram filhos, amores, marido, amigos que os colocaram  ali.


Não me quero desfazer de nenhuma dessas marcas, apenas amenizá-las. Acho que mereço isso. A vida me deve isso.


Actualmente a parte que merece mais a minha atenção, é a cabeça.


Tento todos os dias, colocá-la no lugar, equilibrá-la, alimentá-la com sonhos e alegrias.


(...) Não escondo a minha idade. Passei os sessenta. Parte deles muito sofridos, outros bem vividos.




Mas é exactamente aí que está o encanto da minha idade. Conheci de tudo um pouco, das lágrimas aos sorrisos e ambos me fizeram ser essa pessoa que sou hoje.


Ficaram as rugas no rosto e na alma, mas também os sorrisos em ambos(...).

(Adaptado)




Foto minha

9 comentários:

Anónimo disse...

E não é que essas rugas lhe ficam tão bem?
A.

Maria Luisa Adães disse...

Vou tentar responder, há pouco perdi tudo quanto escrevi.

Mª. Luísa

Maria Luisa Adães disse...

Gostei de a encontrar e também dos seus cabelos brancos disfarçados e
das pequenas rugas de expressão.
Não gosto de caras de celulóide, sem vida e calor humano.

Regressei do Brasil há 3 dias e lá
deixei os familiares mais próximos.

Tenho umas coisas interessantes escritas num outro blogs, junto com os prémios que têm a gentileza
de me oferecer.

Nos 7degraus há um link no cimo à
direita que diz "Premios-clique para ver".
Quando tiver tempo e se lembrar,
apareça naquele espaço intimista
pouco comentado (apenas alguns amigos assíduos), mas com muitos visitantes.

Obrigada por sempre se lembrar de mim.

Um abraço,

Mª. Luísa

Graça Pereira disse...

Assino por baixo...porque tudo coincide!!
Beijo
Graça

Pérola disse...

Maravilhoso amada,essas transformaçõe significam vida!!!
Parabéns pela escolha.
Lindo demais.

mfc disse...

As rugas são sinais de vida!

Lilá(s) disse...

Li e gostei, e como senti que era fácil adaptá-lo!!! a diferença está só na pintura dos cabelos,não os pinto, gosto de ver os brancos surgirem.
Bjs

Canduxa disse...

Olá amiga,

Também li e gostei....vejo-me ao espelho e cada palavra se encaixa. Os sessenta chegam já em Junho, as rugas lembram-me que passo depressa pelo tempo, as brancas não tenho...mas há muitos sorrisos porque as dores fazem parte do passado.

mil beijinhos

Agulheta disse...

Amiga Elisa!Agora temos a consciência que as rugras chegam,os sessenta se aproximam mas trazem sabedoria,é preciso saúde.Não gosto de coisas postiças mas sim verdadeiras e marcadas pelo tempo.
Beijinho de amizade e tudo de bom bfs

Mona Lisa " Animada"

ShareThis