terça-feira, agosto 16, 2011

Morreu há 110 anos

Relembro-o com uma das suas citações sempre actuais.


"Ordinariamente todos os ministros são inteligentes, escrevem bem, discursam com cortesia e pura dicção, vão a faustosas inaugurações e são excelentes convivas. Porém, são nulos a resolver crises. Não têm autoridade, nem a concepção, nem o instinto político, nem a experiência que faz o Estadista. É assim que  há muito tempo em Portugal são regidos os destinos políticos.Política de acaso, política de compadrio, política de expediente. País governado ao acaso, governado por vaidade e por interesses, por espelaculações e corrupção, por privilégio e influência de camarilha, será possível conservar a sua independência?"

 Eça de Queiroz (in " O distrito de Évora" (1867)

Foto minha

11 comentários:

Isabel disse...

Homenagem merecida ao meu escritor favorito, português.

Beijos.

lis disse...

... e tudo continnua tal qual ele descreveu! inacreditável!
não só no seu país, pelo mundo afora.
o poder corrompe.
um abraço mlisa

Aclim disse...

Ser humano não muda.Assim como foi ontem...

Abraço

Agulheta disse...

Amiga Elisa.
Eça de Queirós deveria estar a pensar nos tempos que actualmente temos por companhia.Penso minha amiga que o compadrio,a falta de apetência para o cargo de político se está a degradar,fico muito triste e penso nos meus netos e no país que os espera amanhã.
Beijinho fica bem

JPD disse...

Boa noite

A actualidade do Eça é indiscutível.

Haverá regeneração possível e a possibilidade de aparecimento de uma estirpe melhor do que a actual?

Bjs

Néia disse...

Oi querida...
É incrível, mas tudo está como ele descreveu.Parece que nada realmente mudou.
Parabéns pela escolha do texto...
Tenha uma ótima semana iluminada...

Mar Arável disse...

Sempre uma presença

incontornável

Maria Luisa Adães disse...

Tão atual Eça de Queiroz! Tudo quanto escreveu, continua a acontecer...até a forma corrupta de governar este país.

Um beijo,

Maria luísa

lis disse...

Voltando pra oferecer o blog inteirinho rsrs é nosso , é seu ok?
sempre um prazer compartilhar com voce.
abraços Lisa

Lídia Borges disse...

Eça de Queiroz... 1867...???
O país que temos é o retrato do que somos.E pelo visto, não é de agora.

L.B.

Vítor Fernandes disse...

Ando a reler O Mandarim, no iPad (engraçado que estou a ler com as escrita dos anos 80 do século XIX).

Mona Lisa " Animada"

ShareThis