sábado, outubro 01, 2011

Momento de Poesia com Agostinho Fardilha





Outubro leva-nos a Balasar;
uma donzela, p'ra salvar a honra,
trata d'uma alta janela saltar:
uma paralisia e não desonra
bafejaram a só Jesus amar;
rogou a cura; respondeu Maria:
o teu alimento é a Eucaristia.


Vocabulário
bafejar = auxiliar

Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

11 comentários:

Anónimo disse...

Correcto e belo acróstico de teor religioso.

Abraço.

AA.

Isabel disse...

A vida de Alexandrina de Balazar (Póvoa de Varzim) num soberbo acróstico.

Parabéns!

Beijos.

lis disse...

Que venha Outubro Sr.Agostinho e o ano chegando ao fim.
Bonito acróstico.
deixo abraço

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Uma bela homenagem à Irmã Alexandrina. Balazar é-me muito familiar, pois vivia perto e. quando adolescente ia a pé a Balazar, maquela altura, mais pela farra do que por outro motivo. Vivia em Fradelos bem junto à estrada para Balazar e já nos meus tempos de criança, logo cedo ouvia do meu quarto os peregrinos para lá. Como sempre um belo acróstico do seu pai. Parabéns. Lisa e muita saúde para todos. Um beijinho e um bom fim de semana
Emília

Nilson Barcelli disse...

Ainda me lembro da história da santinha de Balasar.
Este poema deve ter sido escrito há cerca de 50 anos. Não tens a data?
Querida amiga Lisa, tem um bom fim de semana.
Beijos.

mfc disse...

Eu vi-a na cama com aqueles olhos enoooormes!!!
Bolas... metiam medo!!!

Lilá(s) disse...

Apesar do Ontono me tornar um pouco nostálgica ele que venha...

Bjs

BlueShell disse...

Muito bonito...e de mestre!

Bj

rosa-branca disse...

Olá Lisa, lindo e muito belo este acróstico. Os meus parabéns ao senhor seu pai. Beijos aos dois com carinho

JPD disse...

Boa noite, Lisa

Estou a regressar com a regularidade semanal: uma narrativa à Quarta e notas do quotidiano durante a semana em »A Espuma dos Dias»

Bjs

Anónimo disse...

Mais uma maravilha de Acróstico!
Mais uma vez deveríamos parar e meditar.
Juventude, que tanto vos preocupais com coisas por vezes tão patéticas!
Criaturas , de todas as idades tende em conta que este mundo é uma passagem.
Diz-nos o poeta que em

«...Balazar
uma donzela ,p'ra salvar a honra,
trata d'uma alta janela saltar:»

Como estamos de honra?
Como estamos de valores morais?
Quantas vezes negamos a nossa identidade, envergonhando-nos de manifestar a nossa fé em Jesus Cristo?

Alexandrina com tal heroicidade fica com

«uma paralisia e não desonra»

Como ser humano que era

«rogou a cura;
Mas, Maria mãe de Jesus escolhe o Melhor para esta donzela e responde-lhe:

«O teu alimento é a Eucaristia.»

COMO SOMOS INTERPELADOS !!!
Arrepiamo-nos com este "saltar d'uma alta janela .
Somos capazes de achar que atitude tão drástica!!!
Que nos adianta ganhar o mundo se perdemos a nossa alma?

Caiamos na realidade. Não , não é necessário saltar d'uma janela.É sim urgente que saltemos , que tomemos decisõs corretas na nossa vida e nos esqueçamos de nós para servir os outros.
Aí serás feliz mesmo com a terrível crise do nosso País.
Para nos aliviar o espírito e as ideias, aconselho a todos que olhem ao seu redor.
Ai tanta miséria!
Ai tanta desilusão!
Ai tanta lágrima vertida!
E o que fazemos?
Pensamos que nada nos diz respeito.
Somos todos filhos do mesmo Pai de Céu.
Está na hora!
É urgente que demos as mãos.
Há gente muito pior do que nós.
Estão à espera da nossa visita.
Precisam que choremos com eles e se for motivo para isso suavizar as suas lágrimas ,limpando-as.

O nosso poeta bem tenta inquietar-nos através da sua poesia tão simples e tão complexa.
Não basta ler.
Ler é fácil.
Agora entender a mensagem!!!
lUTEMOS TODOS JUNTOS POR UM IDEAL MAIS JUSTO E MAIS FRATERNO.
Não esperemos que alguém comece.
Esse alguém poderás ser tu e verás que te sentirás muito serena e feliz.

É DANDO QUE SE RECEBE!
Parabéns poeta Agostinho Fardilha!
Está a cumprir uma Bela Missão.
Parabéns Elisa pelo querido pai que tens.
Um abraço amigo.

Mona Lisa " Animada"

ShareThis