segunda-feira, maio 14, 2012

Um olhar


Foto minha


Quem diz estar seguro nesta vida?
Tudo quer atingir o humano ser.
Vejam esta esfregona escondida
nos arbustos à espera de aparecer
quem sabe, algum par de namorados
aos beijos entretidos e descuidados.


Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

22 comentários:

Milai disse...

Uma esfregona muito bem apanhada pela tua câmara e com um destino já traçado pelo teu Pai...eheheheheh
Beijo
Milai

✿ chica disse...

Quanta criatividade .Foto linda, poesia idem!Adorei passar aqui.

Acabou agora festinha aqui, foi linda! beijos,boa boite, chica

rosa-branca disse...

Olá Lisa, lindo poema para uma imagem à altura. Beijos aos dois com carinho

Lilá(s) disse...

Pai e filha fazem uma dupla incrível!!!
Parabéns a ambos.
Bjs

lis disse...

Oi Mlisa
O que fazes esse esfregão no meio das plantas ? rsrs parece brincadeira de esconde-esconde rs ou alguém querendo deixá-lo a guarda pra alguma eventualidade? rs
e o poeta atento já imagina romanticamente( coisa de poeta) rs um casalzinho a trocar carícias.
Tomara! e que nao seja abatido ...
Um abraço ao Sr.Agostinho e pra ti com votos de boa semana.

São disse...

rrss

Segurança é algo inexistente, acho.

Bons sonhos.

Bella disse...

Ena parecem hortensias... hum beijo roubado no meio de hortensias... que romântico ;) bjs

Pérola disse...

O que vale é que a esfregona não fala. As hortênses devem estar a rebentar numa efusão de cor linda. depois mostra.
Se conseguires apanhar os namorados aos beijos, regista. Não quero ser cusca, mas rir-me-ia.
Um beijinho grande ao pai e à filha.

Fernanda disse...

Muito boa mesmo esta dupla, pai e filha.

Amiga,

Lamento deixar esta "mensagem" que explica minimamente a razão pela qual o faço e me ausento por algum tempo, que espero ser muito curto.
Estou em preparação para uma intervenção simples aos meus olhos.
Volto logo, verá.
Beijinhos

Edu. Matos disse...

Ora digam lá.. Uma esfregona espremida e namoradeira rsrsrs. A criatividade é algo que vem de dentro pessoalmente gosto de pessoas ligadas activas e criativas. Lindo, gostei
Beijo

O meu pensamento viaja disse...

Post cheio de humor. Gostei.
beijo

Artes e escritas disse...

É impressionante, a vassoura está a minha espera. Volto daqui a uma hora, mas o poema é sério e de difícil tradução. Um abraço, Yayá.

BlueShell disse...

Aha, ah, ah...genial...a foto e o poema. E muito verdadeiro, sim...Adorável, mesmo! Venho também te agrdecer a tua "presença" no anivers´rio do meu irmão: ele ficou encantado...e qundo viu tanto comentário ia rebentando de felicidade!!!
Obrigada, querida!
BShell/Isabel

BlueShell disse...

VOLTEI:
Um pedido: divulgar
BShell

Existe um Olhar disse...

Foto bem original e muito bonita. O pormenor da esfregona e o possível uso dela deixaram-me com um sorriso.

Beijos
Manu

Irene Alves disse...

Veja minha amiga como tudo é importante nesta vida: "a esfregona"
que seria de nós sem ela...e como
ela pensou: "vamos lá ver se passo
despercebida e também fico na
foto...e não é que ficou!"
Estou a brincar. Mas está mtº.
bem.
Beijinhos
Irene

Graça Pereira disse...

ADOREI!

A esfregona a fazer de amada
Na sombra da folha tão verde.
Mas ela não pedia mais nada
Senão o descanso junto à parede!


Parabéns e beijos aos dois.
Graça

Margarida disse...

Estará a esfregona a espreitar o possível casalinho? Marota!

Nunca sei do que gosto mais... se das fotos maravilhosas, se das palavras do poeta Agostinho Alves Fardilha (o teu pai):)

Perco me por aqui sempre... Parabéns aos dois.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Acho esta sintonia entre as suas fotos e a poesia do seu pai deliciosa!
Aqui, parece-me óbvio que o texto (muito bem apanhado!) surgiu a partir da imagem (excelente!!!)
Mas fazem sempre assim?
Beijinho

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Não tenho podido acompanhar os teus belos olhares como gosto, com tempo. Tenho cá a minha sobrinha ( vinda do Brasil) com a sua filhotinha e, como deves imaginar o tempo é para elas. Voltarei depois com mais calma, amiga. Estou desculpada, não? Um beijinho e fica bem!
Emília

Vera, a Loira disse...

E se a esfrego pudesse contar tudo o que vê dali.

Anónimo disse...

Belíssima foto!
Não foi apresentada em nenhum concurso, penso eu, pois o seu valor é tão real! Que importa ganhar um prémio???
O prémio maior não estará também escondido como esta esfregona?!
Tenho a certeza , mas bem a certeza que o GRANDE PRÉMIO está num cofre de ouro.Ou seja que o cofre é mesmo o grande prémio.
Quem sabe onde está esse cofre?
Estará bem seguro nesta vida???
Ai quem me dera ser esse cofre de ouro.
Ai quem me dera "saber ser" como esse cofre!
Ai meu Deus e meu Senhor que só Vós sabeis a quem pertence esse cofre!!!
Cofre que talvez nunca seja atingido pela maldade humana.
Não sei , mas o meu coração me diz que este cofre não será nem de ouro nem de prata e muito menos de bronze.
Desvendarei o segredo para que todos estejam bem atentos, para que todos, mesmo todos estejam protegidos e nunca vencidos pelo mal.
Não temos nós consciência plena da realidade?
Não sabemos nós que
«Tudo quer atingir o humano ser»?

Aqui vai o que penso e que tenho a certeza , certezinha,tal e qual como

«algum par de namorados
aos beijos entretidos e descuidados»

mas bem certinhos no que fazem...

Este cofre é sem sombras de dúvidas, repito, feito duma massa especial.
Massa que não se vende, nem se compra:
DÁ-SE.
Já sabem a resposta, não é verdade???

AMOR- AMOR AMOR-AMOR- AMOR- AMOR.

Quem pode lutar contra o AMOR?

Poeta AGOSTINHO FARDILHA que possui esse prémio, que possui esse mesmo cofre.
Nunca se deixe atingir pela mal: a tristeza, o desânimo, desgosto...enfim tudo que lhe pode tirar o Grande PRÉMIo, ou seja a VIDA.
Que continue merecendo todos os prémios dos seus leitores, que tanto o apreciam!

Elisa, possuis também PRÉMIOS e de alta qualidade.
Não os percas.
Guarda-os no teu lindo cofre chamado CORAÇÃO.

PARABÉNS aos dois.

Mona Lisa " Animada"

ShareThis