sábado, junho 23, 2012

Um olhar


Foto minha

                   I

Sou uma árvore diferente?
Trago uma outra roupagem?
Mas o corpo não está doente,
teve boa adubagem.

              II

A igualdade é mera rotina
e não chama a atenção
até o rapazio traquina
me fez linda canção.

               III

Todavia engana-se quem pensa
que a diferença ter
da natureza qualquer ofensa,
para defeito haver.

        IV

Pois vos digo,
meus caros Leitores,
com a maior destreza,
que afirmam todos os nossos doutores
dif 'rença ter beleza.

Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

18 comentários:

✿ chica disse...

Diferença é ter beleza...Linda poesia e linda foto...beijos,chica e tudo de bom!

Artes e escritas disse...

Conte-nos sobre a foto, como foi? O poema é excelente e fiquei curiosa. Um abraço, Yayá.

Bella disse...

O arbusto é lindo!bjs

Nilson Barcelli disse...

Magnífico poema, como são todos os do teu pai.
A foto também é boa.
Lisa, minha querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Fernanda disse...

Uma bela árvore bem adubada e um hino à natureza...lindo!
Parabéns

Beijinhos

O meu pensamento viaja disse...

É mesmo, o belo é diferente!
Beijo

mfc disse...

Uma árvore diferente... e o teu pai pegou bem humoradamente nessa diferença, compondo umas quadras bem divertidas e classicamente irrepreensíveis!
Beijinhos,

Magia da Inês disse...

Árvore naturalmente bela como as qualidades e diferenças de cada um de nós... somos únicos, por isso maravilhosos.
Bom fim de semana!
Beijinhos.
Brasil.
¸¸.º°❤♫♫♪¸¸.°
°º✿⊱╮

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Parabéns pela foto. E gostei particularmente do último verso.

Um beijo amigo

Mariz disse...

A foto é linda, a diferença a torna mais bela...o poema perfeito, adorei!

beijos amiga e bom domingo!

Maria Emilia Moreira disse...

É muito original essa árvore...e o poema condiz às mil maravilhas.
Um abraço amigo.
M. Emília

artes_romao disse...

olá,td bem?
adorei as novidades;)
acho que já tinha aqui dito que não consigo resolver o problema das minhas publicações lá no blog.
sorry!!!
fica bem,jinhos***

Silenciosamente ouvindo... disse...

Amiga uma conjugação perfeita.
Também não andei muito na confusão,
jantei com amigos e depois estive
a ver o fogo de um sítio que não
tinha muita gente. Também já não
tenho idade para andar em grandes
confusões.Mas eu gosto do ambiente
do S. João e do Santo António e de
sentir o cheiro.
Desejo que esteja bem.
Beijinhos
Irene

Existe um Olhar disse...

Realmente é uma árvore diferente e o teu pai soube descrevê-la muito bem em verso, mas a isso ele já nos acostumou.

Beijos

Graça Pereira disse...

Uma árvore diferente e bela e uma poesia a condizer com ela.
beijo
Graça

Margarida C. disse...

A diferença quase nunca é uma coisa má! Adoro a foto e a árvore. O poema AMO!

Lilá(s) disse...

Como fotografa estás cada vez melhor! e o poema do teu pai é magnifico como sempre, que dupla!
Bjs

lis disse...

Diferente e bonita Mlisa
Diria que foram podadas e tomaram esse formato redondinho.A diferença está nos diversos caules numa disposição interessante.
E se inspirou o Sr.Agostinho é porque tem beleza e graça.
Parabéns aos meus amigos queridos.
deixo abraços

Mona Lisa " Animada"

ShareThis