quarta-feira, novembro 07, 2012

Um olhar


Foto minha


É uma casa bem típica portuguesa,
desde a cobertura ao resguardo das janelas;
adornam a fachada trepadeiras belas
e em calmarias refrescam-na, de certeza.
até bom fado lhe pôs alumiador;
harmonia há entre cores parietais
e das persianas. É necessário mais
para no lar haver paz, alegria e amor.

Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

20 comentários:

O meu pensamento viaja disse...

Com esse céu tão azul, esse branco tão branco, esse verde tão verde, nasce o casamento perfeito.
Beijo

✿ chica disse...

Casa linda e palavras igualmente.Adorei tua foto! beijos,chica

Bergilde disse...

Foto bonita e maravilhosa descrição dada pelo poeta.
Um abraço pra você!

lis disse...

Como disse o poeta há de ter harmonia interna para que a beleza seja completa.
Janelas e folhas de 'bougainvillea'na mesma cor verde dão um toque harmônico.
Lindo esse seu olhar mLisa
beijinhos

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Que linda casa, aqui temos muitas parecidas com beira e ribeira. Que poesia maravilhosa, Seu Agostinho cada dia mais iluminado em criação.
E o fado que musica que me inspira, queria saber cantar.
Bjos linda e tenha uma quarta cheia de boas surpresas.

Um brasileiro disse...

Ola. Legal aqui. Apareça por la. Abraços.

Mari-Pi-R disse...

Una casa alegre que a simple vista lo tiene todo, tal como dices tan solo falta que haya paz en ella, un saludo

Lídia Borges disse...


O essencial de uma casa cantado com uma harmonia e delicadeza.

Uma casa constrói-se, sobretudo, com materiais abstractos, os mesmos que fazem parte da constituição do Amor.

Um beijo

Pérola disse...

A felicidade harmoniosa do lar nada tema ver com o aspecto da casa.
Gostomuito das cores tipicas portuguesas.
Uma bela fotografia e um porma sublime a acompanhar.
Parabéns ao duo familiar!

beijinho

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

E o teu Pai, com a sua admirável capacidade de transmitir mensagens com versos simples, mas profundos, nos leva aqui a uma reflexão: É necessário muito mais mesmo para que numa linda casa haja um verdadeiro lar. E., como se costuma dizer " os telhados cobrem muita coisa", nem sempre um aconchegante e romantico exterior significa um interior alegre e cheio de amor. Lindo como sempre, Lisa. Aproveito para agradecer o prémio que ofereceste a todos os teus amigos seguidores; como não faço cerimónia e me considero de casa, aceito com muito gosto. Fica guardado no coração, já que não costumo levar selos para o Começar de Novo. Muito obrigada, amiga! Um beijinho e fica bem!
Emília

Vera, a Loira disse...

Adoro, adoro, adoro. Por aqui as conjugações de fotos e poemas estão cada vez melhor.

Lilá(s) disse...

A casinha é linda mas logo a enriquece o belo poema!
Bjs

Maria Emilia Moreira disse...

Olá, boa noite!
É sem dúvida um bonita habitação onde reinará alegria...pelo menos por fora é um encanto, assim como o poema.Abraços.
M. Emília

Tanita disse...

A fotografia riam perfeitamente com o poema de teu pai. Gostei muito.

Paula Raposo disse...

Andei por fora dos blogs, mas regressei. Beijinhos.

Carla Brito disse...

A foto é muito gira!!

Existe Um Olhar disse...

A casa juntamente com o teu olhar têm um ar acolhedor, juntando as palavras do poeta seu pai, tudo fica perfeito.

Silenciosamente ouvindo... disse...

E se houver amor e paz dentro dessa
casa tudo será ainda mais perfeito.
Bj.
Irene Alves

almachitara disse...

É uma casa portuguesa com certeza, é com certeza uma casa portuguesa...Linda... bela imagem...meu sonho de casa...
Beijos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Como eu gostava de ter uma casinha assim...
Beijinhos

Mona Lisa " Animada"

ShareThis