sexta-feira, fevereiro 01, 2013

Momento de poesia com Agostinho Fardilha


Foto minha

Fevereiro (signo da Lebre)

Falar de ti, ó Lebre, eu vou:
e(´)s fêmea, ele te encantou,
vives feliz: sempre te amou;
e(´)s honesta e queres viver;
raros conflitos têm que haver
e a calma entre vós tem poder;
inteligente e honesta és,
rosto quase sempre ao viés,
o destro, da cabeça aos pés.

Vocabulário:
Destro= astuto, ágil


 Horóscopos Chineses (segundo Rita Danylink)


Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

17 comentários:

Mariposa Colorida disse...

Venha ele! Obrigada pelo conselho para a minha borboletinha. Sou, orgulhosamente, filha de uma professora do ensino básico, aposentada! :)))

Lilá(s) disse...

Acabadinhos de entrar em Fevereiro e já o poeta se faz ouvir!!
Lindo!
Bjs

✿ chica disse...

LINDO tudo.Poema e foto! beijos,feliz fevereiro!chica

Manu disse...

É admirável como de tudo seu pai faz um poema.
Desta vez a lebre é rainha e condiz com as suas características.
Como sou macaco(a) quem sabe quando chegar a vez dele não veja aqui também um belo poema! -;)

Beijos
Elisa

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Hoje estava pensando no poeta Agostinho , e pensei, o que ele vai nos presentear hoje neste início de mês novo. E vem essa linda poesia.
Belíssima.
Bjos e tenham um ótimo fim de semana.

Pérola disse...

Finalmente um mês que me agrada.
Já fui tão feliz em fevereiro...

O paizinho revela-se, novamente, um poeta irrepreensível.

Parabéns! Muitos Parabéns!

Um grande beijinho aos dois.

amiga da onça disse...

Belo poema e um bom mês por ser pequenino:)
Beijinhos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

O poeta sempre atento ao rodar dos meses.
Beijinho e bom fds

Nilson Barcelli disse...

Mais um belo momento poético.
Lisa, tem um bom fim de semana.
Beijo.

marcia(Chique de Bonita) disse...

oi querida passei pra te fazer uma visita,adorei o blog.beijos
http://chique-debonita.blogspot.com

lis disse...

Oi mLisa
Mais um ano em que o calendário é marcado pela excelência dos acrósticos do seu pai.
Que tenhamos calma porque nem sempre os conflitos são raros rs
abraços ao Sr.Agostinho também.

Lúcia disse...

Que perfeição de acróstico!
Grande pai, poeta, com feliz escolha do tema. Palmas!!!

Dois abraço, ao pai e à filha.

Isa Lisboa disse...

Muito original, sem dúvida!

Beijos, boa semana

rosa-branca disse...

Olá Lisa, mais um lindo poema que adorei. Parabéns ao poeta. Beijos com carinho

Lídia Borges disse...


Mais um belo acróstico para receber fevereiro com arte e engenho.

Um beijo

O meu pensamento viaja disse...

Sempre produtivo, sempre ágil de raciocínio, correcto na construção frasica, erudito na bagagem cultural!
Excelente!

Anónimo disse...

Mais um presente que nos é oferecido pelo nosso poeta Agostinho Fardilha.
Mais uma delíciosa poesia.
Não é novidade nenhuma, que o mês de fevereiro é o mais pequeno do ano.
mas possui uma particularidade:tem um número respeitável de letras.
Estou a ser modesta:
É o mês que contém maior número de letras!!!
"Ora os homens não se medem aos palmos" e
"A mulher e a sardinha querem-se da mais pequenina".
Vejamos o trabalho poético, tão refinado.
A Lebre foi a escolhida como Centro das atenções.
Animal que nos encanta pela sua agilidade e rapidez.
Ah! sim falar da lebre nos encanta, pois quem gosta de ficar para trás?
Todos corremos para sermos os primeiros.
Se esta nossa correria fizesse com que tudo melhorasse!!!O pior é que quanto mais depressa, mais devagar.
Mas a Lebre é fêmea .Ora não é a mulher dotada de dons que o homem nunca os terá???
É natural que o homem goste de conquistar quem demonstra capacidades e as sabe utilizar harmoniosamente.
Então o casal vive feliz, pois, os conflitos são raros e a calma instala-se no lar.
É como uma pérola num oceano.
Ser inteligente, ser honesto, mas que encanto de criatura.
Que bom seria encontrar ao nosso redor a inteligência e a honestidade em simultâneo!
Penso , não querendo magoar ninguém,que não se encontram.
Uns são inteligentes ,mas ficam com ela tão "agarradinha" que pisam os outros com toda a garra.
Outros são honestos, mas por vezes são apanhados com a maior das facilidades.
Valha-nos Deus e Santo António, quando haverá equilíbrio, neste mundo???
Farei o meu melhor.Prometo que de hoje em diante serei inteligente e honesta como a lebre para que no meu lar não falte a Paz.
Mais uma vez, o meu obrigada pelo seu empenho mensal e não só.
Parabéns ao poeta.
Parabéns também para Elisa.

Mona Lisa " Animada"

ShareThis