segunda-feira, abril 01, 2013

Momento de poesia com Agostinho Fardilha


Foto minha

Abril (signo da Cobra)

A atraente e eleganta cobra
bem cedo se torna avarenta,
raras vezes não odienta,
incitando com a sua obra
lutas com o macho e de sobra.


Vocabulário:
De sobra= em excesso

Horóscopos Chineses (segundo Rita Danylink)

Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

14 comentários:

Artes e escritas disse...

A cobra e a maçã, destino do homem. Muito inspirado esse poema! Feliz Páscoa! Um abraço, Yayá.

✿ chica disse...

Linda foto e poesia ! Lindo iniciar todos os meses assim. beijos,linda semana! chica

Lou Salomé disse...

Ó Lisa, parece-me que este Abril vai ser águas-mil... pelo menos a avaliar pela amostra!
Um beijo

Tanita disse...

Gostie.
Uma feliz semana. Beijo**

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Abril, signo da cobra; mais uma informação importante. Será por isso que no dia 1 é o dia das mentiras? Bem...a cobra é traiçoeira e mente muito; às vezes parece venenosa e não faz mal a uma mosca, como se costuma dizer; outras vezes parece inofensiva e mata. Parabéns, Lisa, por mais um belo acróstico do teu pai. Um beijinho muito especial aos dois.
Emília

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Este mês, por razões várias, ainda gostei mais da poesia do teu pai.
Beijinho grande

vieira calado disse...

Olá, boa noite!
Já passou a Páscoa, 2ª Feira de Pascuela está a ir, e eu acabo de chegar a casa, depois duns dias fora. E com muito restrito acesso à net. Posso agora comunicar com os amigos e deixar
os meus melhores cumprimentos.

O meu pensamento viaja disse...

Sempre magnífico!
Parabéns.

Lídia Borges disse...


Mais um acróstico muito interessante que através da associação do mês de Abril ao signo da cobra e esta associada à ideia de tentação, lembra as disputas na Natureza que ocorrem pela primavera.


Um beijo

Minha vida de campo disse...

Pelo poema senti que esse mês é traiçoeiro e pouco confiável. O Seu Agostinho sabe das coisas.
Este ano está passando muito rápido.
Bjos minha linda e tenha uma ótima semana.

lis disse...

Não sabia e é aqui que sempre aprendo algo com o poeta_seu father.
Lindo ele!
Mas não gosto dos animais peçonhentos, fujo deles sem maltratá-los ,claro!
gosto do 'raras vezes não odienta...'
abraços aos dois amigos

Pérola disse...

A cobra, esse animal tão odiado, mas com papel importante no ciclo da Natureza.

Um paizinho sempre tão talentoso.

Beijinho

Vera, a Loira disse...

Adoro estes posts.

Remus disse...

E que boa composição que criou para ilustrar o poema "abril".
Foi uma ideia bem pensada e concretizada.

Mona Lisa " Animada"

ShareThis