quinta-feira, abril 03, 2014

Um olhar


Você não pode mudar o vento, mas pode ajustar as velas do barco para chegar onde quer.

(Confúcio)

22 comentários:

✿ chica disse...

UAU!!!Que bela foto!! Que tranquilidade desse barco a navegar. A frase linda e bem escolhida! beijos,boa noite, tuuuuuuuuuuuudo de bom,chica

Zilani Célia disse...

OI ELISA!
BELÍSSIMA FOTO.
A FRASE, TRADUZ MUITA SABEDORIA.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Pepi,Xixo,Juja,Jujuba disse...

Lindíssima foto
E a frase verdadeira
Beijinhos afetuosos de
Verena e Bichinhos

Cidália Ferreira disse...

Bom dia

Totalmente de acordo.Imagem maravilhosa.

Beijinhos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

O meu pensamento viaja disse...

Será o "meu" Douro?
Lindo!
Beijo

Crocheteando...momentos! disse...

Ai grande sábio e filósofo!!!
Bela imagem para enaltecer belo pensamento!!! Bj

Zilnete Antunes disse...

Oi Elisa!!!
Linda imagem!!!
Belo pensamento!!!
Tenha um lindo dia!!!
Bjos!!!

Carla Brito disse...

Grande verdade!!!

Manu disse...

Vim aqui e em vez de ajustar as velas , ajustei o olhar e gostei do que vi.

Beijos Elisa

Cândida Ribeiro disse...

Foto maravilhosa do nosso rio Douro.
E tal como se ajustam as velas, assim nós temos que nos ir ajustando às contrariedades da vida.
Desistir nunca.

Beijinhos

Emília Pinto disse...

Sempre aprendo muito com a bela poesia do teu pai, Lia e agora fiquei a saber que o mês de Abril era o mês das margaridas. Gosto de margaridas, flores simples que, na sua simplicidade dão muita graça a qualquer jardim. E os ventos, amiga, sompram ora raivosos e violentos, ora suavemente numa brisa que sabe bem. Não os podemos mudar, mas podemos sempre abrigar-nos quando a sua fúria for maior. Nem sempre conseguimos porque às vezes apanha-nos desprevenidos, mas tentar é a única coisa que nos resta. Parabéns pela bela poesia do teu pai e pelos teus olhares sempre atentos. Beijinhos, querida amiga!
Emília

Ana Oliveira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Oliveira disse...

Temos que tentar, embora por vezes seja mesmo muito difícil.
Beijo.
Ana

Maria Emilia Moreira disse...

Confúcio era um grande sábio...e bem sabia o que dizia.Nada mais verdadeiro! Gostei da foto, a transbordar de azul!!!
Um abraço Elisa.

lis disse...

Estou sempre ajustando Mona, ainda não cheguei lá ... rs
Gosto dos barquinhos a vela, guiados pelos ventos.
Só não vão muito longe...
um abraço

aluap disse...

O nosso país, tal como resulta deste olhar, proporciona-nos muitos e variados caminhos, todavia cabe a nós ajustar-nos, principalmente aos trilhos íngremes da vida, para alcançar o que queremos.
Bjos**

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Foto de cortar a respiração e a deixar-me com saudades do Verão.
Quanto ao pensamento que lhe serve de legenda, apenas um problema: para saber ajustar as velas é preciso ter experiência de velejar.
Beijinhos e bom FDS

Pérola disse...

Espero que os ajustes bastem, têm de bastar não é?

Beijinhos

Pérola disse...

Espero que os ajustes bastem, têm de bastar não é?

Beijinhos

Remus disse...

É isso mesmo. Temos que saber navegar independentemente da direcção dos ventos e de preferência sem nunca desanimar.

Pérola disse...

Este post voltou-me a chamar.

É que a tempestade instalou-se, as velas tiveram de ser recolhidas e agora é deixar-se ir.

O vento pode ser forte demais e não permitir ajustes.

Uma linda semana!

Graça Pimentel disse...

Uma fotografia maravilhosa. Parabéns.

beijinho

Mona Lisa " Animada"

ShareThis