quarta-feira, junho 25, 2014

Um olhar




AUSÊNCIA

Num deserto sem água
Numa noite sem lua
Num país sem nome
Ou numa terra nua

Por maior que seja o desespero
Nenhuma ausência é mais funda do que a tua.


                         ( Sophia de Mello Breyner Andresen)


20 comentários:

mmm´s disse...

Nenhuma ausência é pior que a nossa própria ausência...

✿ chica disse...

Lindo! Lindo demais!! Foto e poesia!! ADOREI! bjs, chica

Ana Freire disse...

Um apelo para a necessidade de efectivamente estarmos conscientemente presentes em todos os momentos da nossa vida, mesmo nos mais difíceis, pois seremos sempre nós que poderemos fazer a diferença, e encontrar soluções... nas palavras simples, doces, e assertivas de Sophia de Mello...
Adoro esta autora... que deixou uma obra fantástica.
E adoro a foto de uma frescura, colorido e delicadeza imensa, Elisa!
Belíssima escolha na conjugação de texto e imagem. Adorei!
Beijinhos
Ana

Lilasesazuis Gata disse...

Amo gérberas e ainda mais com um versinho assim tão bonito e profundo!

As ausências judiam da gente!!

beijinhos,

tenha um lindo dia,

Lígia e =^.^=

Cidália Ferreira disse...

Olho as flores, cheira-me a festa!
Amei.

Beijo, e um dia Feliz

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Liliane de Paula disse...

Muito bonito o texto.

aluap disse...

Gostei muito da foto e como não podia deixar de ser do poema, pois adoro os poemas de Sophia.
O "Porque" é o poema que mais vezes li.
Bjos.

Graça Pimentel disse...

Uma bonita fotografia para um belo poema da Sophia.

beijinho

Cândida Ribeiro disse...

Elisa,

Um bela foto que escolheste para um lindo poema.

Um grande beijinho


Tenho tido pouco tempo para passar por aqui...férias e netos :))).

Remus disse...

As flores prestam-se a tudo. As flores são alegria e felicidade e usamos-as nos momentos felizes e alegres. Mas também as usamos nos momentos de tristeza. Se calhar, até as usamos mais vezes nos momentos de tristeza.

Belas e sentidas palavras de Sophia a fazer uma bela harmonia com a fotografia.

O meu pensamento viaja disse...

Comovente! Ninguém trabalha a palavra como Sophia!
Beijo, amiga

Crocheteando...momentos! disse...

bela foto e belíssimas palavras carregadas de excelente poesia!
Bj amigo

Emília Pinto disse...

" Tudo a postos para o Verão " que parece estar medroso e nos tem privado do sol e calor. E essa ausência " se faz sentir mais quando o pessimismo está presente na maioria das pessoas e a alma se sente inquieta pelos mais variados motivos, alguns deles próprios da vida, mas mesmo assim de difícil aceitação. Mas, amiga, tentemos preencher as ausências com os nossos melhores " olhares " para que a nossa alma se aquiete com a beleza das flores, com o azul imenso do mar e com todo o colorido que os dias de verão nos oferecem. Um beijinho, Lisa e obrigada pelos belos " olhares " Esses,são todos nossos, é só conseguir optimismo suficiente para os saborear. Tentemos, pelo menos! Até sempre!
Emília

Manu disse...

Excelente parceria entre a foto e as palavras da grande Sophia.
Gostei dos tons alegres, vivos, sedutores, aliás as flores têm esse condão, de nos encantarem quando as recebemos e quando as oferecemos.

Beijos Elisa

São disse...

Belo poema de Sofia e uma foto magnífica!!

Bom resto de dia, Lisa :)

desabafosemrodape disse...

sendo a primeira vez que aqui cheguei fiquei muito agradada!espreitei e do que vi gostei. boa noite!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Belo texto a acompanhar umas das minhas flores preferidas.
Beijinhos

Pérola disse...

Que ausência profunda.

A saudade é uma coisa que pode levar ao desespero.

Belíssima conjugação fotografia e poesia.

Beijinhos


meninaquenaosabenada disse...

Já conheço essa mensagem há imenso tempo!! As flores vermelhas que mostraste para ilustrar esta mensagem que deixas aqui no blogue são muito perfeitas!! Muitos beijinhos para ti,fica com deus!!

Custódia C. disse...

Sophia, sempre ...

Mona Lisa " Animada"

ShareThis