quarta-feira, outubro 07, 2015

Um olhar


Oh uvas da nossa terra
Cachos de vidas sofridas
Sabem a mel e a fel
As uvas da nossa vida.
(...)

(Miguel Vaqueiro)


24 comentários:

✿ chica disse...

Beleza de foto.Apetitosas uvas e a quadrinha expressa bem a vida! bjs, chica

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Já para não falar das grainhas.
Gosto do poema e está muito bem ilustrado por uma magnifica fotografia.
Um abraço e continuação de uma boa semana.

Remus disse...

Ui... Estas possuem um belo aspecto.
Por mim... iam já para dentro da minha barriguita.
:-D

Ana Freire disse...

Excelente imagem, Elisa!
Uma analogia perfeita da vida... muita vezes o que ela nos dá, ora tem um sabor doce, ora amargo... mas é esse permanente contraste, e incerteza... que nos dá fome... de viver!
Beijinhos! Continuação de uma óptima semana!
Ana

O meu pensamento viaja disse...

Mesmo a propósito! Em plena época das uvas. Belíssima foto.
Beijo

Manu disse...

Estão com um óptimo aspecto, a fotografia resultou em cheio, apetece tirar e comer. Tenho-as sempre em casa

Beijos Elisa

Flavia disse...

que foto linda, e o texto é maravilhoso!
parabens pela delicadeza!
Flavia
www.secret4beauty.blogspot.com
www.adoteumfocinhocarente.blogspot.com
loja virtual: www.adote.iluria.com

Carpe Diem disse...

Gosto tanto!!! Estou com dificuldade em decidir se gosto mais das uvas ou do teu texto!!
Beijinhos

Liliane de Paula disse...

Uvas, uvas. Adoro uvas.

Lete disse...

Que foto linda! E que belo poema... tão sofrido e tão real. :(
Beijinho, Elisa!

Ailime disse...

Boa noite Elisa,
Foto e poema fantásticos!
As uvas como todas as suas fotos estão como uma imagem espectacular!
Um beijinho.
Ailime

Bergilde disse...

Fruto do trabalho e da dedicação! Linda foto e versos curtos mas bem significativos! Bom dia Elisa!

A Pequena Boneca de Trapos disse...

Devo dizer que não sou grande fã de uvas, mas sem dúvida que a imagem está linda e o poema faz o enquadramento ideal!

bjxxx

A Pequena Boneca de Trapos disse...

Devo dizer que não sou grande fã de uvas, mas sem dúvida que a imagem está linda e o poema faz o enquadramento ideal!

bjxxx

Débora Teixeira. disse...

Bela foto,com belas palavras.
Adorei Mona Lisa.
Beijos.

Maria Dos Anjos disse...

Linda foto,. Saudades de outros tempos! Amei

Optimo dia...beijos...=http://quadrasepensamentos.blogspot.pt/

Crocheteando...momentos! disse...

A foto é linda e a quadra?...dá que pensar! Boa noite amiga!

Crocheteando...momentos! disse...

A foto é linda e a quadra?...dá que pensar! Boa noite amiga!

Emília Pinto disse...

E embora se cante acompanhando os passos ritmado da pisa nos lagares, é sofrida a vida daqueles que cedo se levantam para cortarem esses belos cachos, principalmente no Douro onde os terrenos são ingremes e a mecanização é muito pouca. Agora já se vêm muitas vinhas na horizontal, mas antigamente eram na vertical e subir aquelas ladeiras com os cestos às costas devia ser muito custosos. " São cachos de vidas sofridas ", sim! " Mel e fel assim como a vida de cada um de nós. Beijinhos, Lisa e parabéns pelos teus magníficos "olhares "
Emília

ClickseRabiscos disse...

Olá Mona Lisa
Que bela foto!
Despertou-me o desejo pois estão tão tenras!
E a citação muito significativa
Um abraço
Gegê

São disse...

EXcelente foto com texto a condizer.

Bom serão, linda

Bella disse...

Hum belas uvas. Acho um estrago fazerem vinho delas quando são tão deliciosas em si mesmas. bjs

redonda disse...

Gostei do poema (não conhecia, nem o autor - a seguir vou "googlá-lo") e mais uma vez é muito bem ilustrado pela fotografia.

redonda disse...

Não consegui encontrar nada sobre o autor. Fiquei curiosa...

Mona Lisa " Animada"

ShareThis