segunda-feira, fevereiro 01, 2016

Sintonia entre olhar e poesia



Parece mais obra de afamado pintor
do que arranjo partilhado p'la Natureza
e pelo Homem. Será que ambos, face à Beleza
do trabalho, fugiram ao público louvor?

Não há vento. Parou tudo.Ressalta a cor.
A quietude do ambiente dá-nos a certeza
de que, absortos, embrenhar-nos-emos na riqueza
da leitura de um livro, esse bom professor.


Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra
11-5-1926 / 23-4-2015

23 comentários:

redonda disse...

Gostei da imagem, do poema e da harmonia, a sintonia entre os dois.
um beijinho e uma boa semana
Gábi

Catarina disse...

Tb gostei do poema e da imagem.
Boa semana

✿ chica disse...

Sempre lindo aqui e a poesia do teu pai, adoro ler! bjs ,ótimo fevereiro! chica

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Excelente trabalho e bela fotografia.
Um abraço e boa semana.

Liliane de Paula disse...

Vc sempre com excelentes clics.
Mas vi que no seu País, não existe grande possibilidade de ser roubada na hora de fotografar.
Aqui, um perigo, sempre.

Cidália Ferreira disse...

Excelente!!
Bom dia

Beijinho e uma excelente semana
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Ana Freire disse...

Uma pura maravilha... a imagem e as palavras!...
Acho que nem é preciso acrescentar mais nada... ambos os talentos... falam por si...
Beijinhos! Boa semana! E um feliz mês!
Ana

Anajá Schmitz disse...

Uma bela comparação e sintonia. felicidades ao senhor Agostinho.
Bjos tenha um ótimo início de semana.

São disse...

Sempre agradável o começo de mês aqui em tua casa, Lisa.

Bom Fevereiro para vós

Manu disse...

Em perfeita sintonia, sem dúvida, imagem e palavras.
Já se sente aqui um cheirinho a Primavera.

Boa semana amiga

Beijos Elisa

Crocheteando...momentos! disse...

Começar o mês com esta poesia e este olhar lindo é sempre gratificante!
Bj amigo

Morning Dreams disse...

A fotografia e o poema são lindos! :)

MORNING DREAMS

Sofia Silva, Beijos*

O meu pensamento viaja disse...

Fortes e profundas! Assim são as palavras do poeta! A imagem é perfeita.
Beijo

Emília Pinto disse...

" Um novo mundo a serio " gostaríamos todos de ter, mas creio que já ninguém acredita nisso. O melhor será viver o dia a dia deliciando-os com as obras primas da natureza. Nesses recantos maravilhosos onde o silêncio nos convida a uma boa leitura esquecemos os males do mundo; podemos ainda ficar simplesmente a conversar com o nosso eu, recordando momentos bons do nosso passado. Foi o que me aconteceu quando vi esses lindos electricos de Lisboa; quando estudava no Porto usava o electrico todos os dias para ir de Paranhos à rua da Boavista onde tirei o curso de secretariado . Não era uma viagem muito agradável no Inverno, com chuva e frio, mas era o que havia. Como sempre, Lisa, olhares fantásticos, Beijinhos e até sempre
Emília

Remus disse...

Ficar sentado nesse banco, com esse sol, só com chapéu e óculos de sol.
:-)

Nota-se bem o cuidado e o tempo que os jardineiros despenderam ao aparar os arbustos. Tudo bem cuidado e com brio.

Custódia C. disse...

Bonito enquadramento o da foto e do poema.
Engraçado como também a mim, um banco no jardim me sugere sempre a leitura de um livro sentada no mesmo :)

Lete disse...

A foto e o poema em perfeita sintonia e em perfeita harmonia, que lindos!
Gostei muito! :)

MARILENE disse...

Realmente, os versos se adequam de forma perfeita à arte da natureza. Gosto de vê-la homenageando seu pai. A foto é linda, viva, colorida. Gostei muito. Bjs.

Bella disse...

Que linda foto! Que lindo parque!

Bjs

Isa Sá disse...

Muito bonito.

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Carpe Diem disse...

Um belo exemplo de sintonia entre o olhar e a poesia magnífica que aqui partilhas :)

Obrigado por mais um momento incrível!

Beijinho

Ailime disse...

Boa noite Elisa,
É sempre para mim um prazer ler um Poeta maravilhoso como o seu Pai.
Poema e foto em sintonia absoluta.
Beijinhos,
Ailime

Helena Resende disse...

Bela imagem e belas palavras :)

http://checkinonline.blogspot.com/

Mona Lisa " Animada"

ShareThis