sábado, outubro 01, 2016

Sintonia entre olhar e poesia


O Outono da Natureza
lembra-nos o Outono da Vida.
Tem seu encanto e pureza:
lembrança é sempre trazida,
as cores são tons de paz.
Recordar, a mente acalma.
A grade ampara o que jaz
na Natura qual sua alma.


Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra


22 comentários:

✿ chica disse...

Poesia lindo do teu pai e adorei tua foto! Vontade de sentar num lugar assim! beijos ótimo OUTUBRO! chica

Teresinha disse...

Querida Elisa!
Adorei o poema do teu pai!
A foto não poderia ter sido outra. Essa, linda, a ilustrar o lindo poema!
O meu pai também era um poeta!
Temos tantas saudades deles, não é?
Beijinhos

Ana Freire disse...

Lindas! As palavras e a imagem!...
Beijinhos! Que Outubro seja um mês assim... repleto de paz e serenidade, como tão bem transparece na imagem!
Beijinhos
Ana

Zilnete Antunes disse...

Olá Elisa, tudo bem?
Aprendi a gostar de poesias com as obras do seu Agostinho!
A imagem tb é linda!
Bom fim de semana!
bjos!

Os olhares da Gracinha! disse...

Em sintonia...o olhar...o poeta e a poesia! Bj

Catarina disse...

Umm poema e uma foto que fazem todo o sentido.

Cidália Ferreira disse...

Muito bonito
Bem vindo Outubro.

Bom sábado, beijo!

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Magnifica e bela sintonia minha amiga, gostei.
Um abraço e bom fim-de-semana.
Andarilhar

AFRODITE disse...

O senhor teu pai tinha um espírito muito lúcido e sabia expressar-se bem através da poesia! Acho que conseguiu captar a essência do Outono.

Que este Outono colorido e quente te alegre a alma
Beijinhos alegres
(^^)

Manu disse...

Gosto deste emaranhado de cores, das diferenças que se completam, da lucidez do poema do teu pai.
Tudo a condizer.
Que tenhas um Outono muito feliz.

Beijinhos Elisa

Sheyla - DMulheres disse...

Que lindo poema! Que vontade de sentar naquele lugar e sentir essa paz !

Beijos e um bom final de semana!
Blog DMulheresInstagram

aluap Al disse...

Palavras sábias do Sr. Fardilha. O outono da natureza lembra-nos o outono da vida, é sinal de vida finda. Só a primavera, que demorará a chegar, irá repor o verde de uma nova mocidade.
Bom fim de semana.
Abraço.

O meu pensamento viaja disse...

Elisa, que imagem linda, mesmo outonal! Perfeitamente legendada pelo nosso querido poeta.
Beijinhos

Liliane de Paula disse...

Gostei da imagem, muito, porque me ligo muito em fotografias.

Teresa Isabel Silva disse...

Palavras belas e sábias!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Bella disse...

Que belo lugar e bela foto! bjs

Remus disse...

Um local que convida ao relax e à contemplação. O banco em pedra está posicionado num local estratégico e a forma como a luz o ilumina está cinematográfica.

Helena Resende disse...

Que local sossegado e repleto de paz... :)

http://checkinonline.blogspot.pt/

Manuel Luis disse...

Imagem com palavras, o melhor para lembrar.
Bjs

Ailime disse...

Boa noite Elisa,
O seu pai foi um notável poeta com uma obra muito bela.
Este poema é magnífico assim como a sua foto proporcionando um momento muito especial.
Beijinhos,
Ailime

Teresa Isabel Silva disse...

Mafra é terra de encantos!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

redonda disse...

Uma imagem linda e gostei muito do poema.

Mona Lisa " Animada"

ShareThis