terça-feira, novembro 01, 2016

Sintonia entre olhar e poesia



Previdência esta imagem nos ensina.
Quem dera que seguíssemos o exemplo.
Já se sentem o frio e o vento gelado.
Olha a lenha, cujo calor domina
tudo como o sagrado em qualquer templo.
Caldo quente mais tora bem regado
com uma garrafa de tinto bom
não faria melhor ao coração?


Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)

Coimbra

16 comentários:

✿ chica disse...

Lindíssimo post! beijos, tuuuuuudo de bom, chica e feliz novembro!!

Elvira Carvalho disse...

As coisas simples da vida são as que nos aquecem o coração.
Um abraço e bom feriado

Manu disse...

Já nos habituaste aos poemas do teu pai, no início de cada mês, como sempre é um prazer lê-los.
A foto lembra-me a lareira, a lenha que crepita com o fogo e os dias chuvosos.
Gostei deste início de Novembro.

Beijinhos Elisa

Cidália Ferreira disse...

Maravilhoso!

Beijo
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

aluap Al disse...

Na minha terra diziam salgadeira cheia, arcas a abarrotar de mantimento e o pipito atestado, pode vir a chuva, a neve ou o cieiro, que ninguém tem receio do inverno.

Beijinhos e cont. de boa semana+bom novembro.

Liliane de Paula disse...

Lenha. Olha lá a lenha.

Ailime disse...

Boa noite Elisa,
Grande poesia de seu pai, muito bem conjugada com a sua magnífica foto.
Beijinhos,
Ailime

redonda disse...

Gostei muito do poema e depois de o ler a fotografia pareceu-me diferente, vi nela mais calor e o abrigo.
um beijinho e uma boa semana
Gábi

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Uma bela sintonia minha amiga, gostei.
Um abraço e boa semana.
Andarilhar

Ana Freire disse...

Imagem e palavras, não poderiam traduzir melhor o significado de previdência...
Um post de primeira qualidade, como sempre, Elisa!
A imagem... perfeita... para apreciar e reapreciar...
Beijinhos! Continuação de uma boa semana!
Ana

Remus disse...

Existe alguém que já está bem preparado para o inverno. Agora só falta mesmo que o frio chegue e que dê vontade de acender a lareira... Algo que parece, infelizmente, estar difícil de vir a acontecer tão cedo.

Lete disse...

Que linda foto, que lindo poema que nos lembra o paizinho, sempre presente no início de cada mês. Uma terna e doce lembrança!
Beijinho carinhoso, Lisa!

Agulheta disse...

Olá Elisa! A simplicidade das palavras que aquecem o coração.
Beijinhos

Os olhares da Gracinha! disse...

Recordação com sabor a saudade bem linda...bj

O meu pensamento viaja disse...

Elisa, espero que a tua recuperação prossiga em bom ritmo, conforme o esperado.
O teu comentário entrou, sim. Muito obrigada pelo cuidado, mas agora não deves esforçar-te.
Adorei a tua foto e as palavras do teu pai provocam em mim uma ternura imensa. Ele continua a fazer-nos companhia.
Um grande beijinho.

Anete disse...

Bonito o seu post. Foto e versos que falam muito ao coração!
Bom domingo e muita paz e saúde...
C carinho

Mona Lisa " Animada"

ShareThis