segunda-feira, maio 01, 2017

Li e gostei





O meu mundo não é como o dos outros...quero demais, exijo demais; há em mim uma sede de infinito, uma angústia constante que eu nem mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessimista; sou antes uma exaltada, com uma alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudade...sei lá de quê!

Florbela Espanca

13 comentários:

✿ chica disse...

Profundidade e beleza nas palavras...Lindo livro e foto! bjs, tudo de bom,chica

Cidália Ferreira disse...

Palavras lindas! Belo post


Beijos e uma excelente semana.

Os olhares da Gracinha! disse...

Palavras tão belas de uma excelente poetisa!!! Bj

redonda disse...

Gosto muito do que conheço da obra dela.
um beijinho e um bom feriado
Gábi

luisa disse...

Uma alma atormentada que marca de forma belíssima a nossa literatura.

Manu disse...

Gostei muito das palavras da Florbela, identifico-me com elas.
Uma bela leitura.

Beijinhos Elisa

Remus disse...

A Elisa leu e gostou e eu vi e também gostei.
Os livros nunca nos deixam ficar mal...

Nana Flor disse...

Oiee amore .... tenha um lindo mês de maio .... que Deus realize todos os seus projetos .... bjinhos com carinho ...

Deus te abençõe ..... Se desejar venha me seguir ok amore ... bjus

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Florbela foi maravilhosa! Gosta imensamente de seus escritos com cada um soneto melhor que o outro. Seu espaço está maravilhoso. O poema de Fernando - o rio da minha aldeia também é outro texto lindo. Parabéns! Grande abraço. Laerte.

O meu pensamento viaja disse...

Ah! Como e quanto, eu, em estado de paixão, querendo morrer de amor (tinha 16 anos) me revi e refleti nas palavras de Florbela!
Pobre de quem não o sentiu!
Beijo

Liliane de Paula disse...

Tenho livro de Florbela Espanca.
Tive que ler bem lentamente para entender.

Ana Freire disse...

A vida... é mesmo uma sede... que tem de ser mesmo muito bem apreciada até à ultima gota... e muito bem gerida... para essa sede não nos matar... tantas vezes por dentro... e bem antes do nosso tempo se esgotar...
Gosto imenso da paixão que brota das palavras de Florbela...
A imagem está muito bem concretizada, Elisa! Com uma excelente iluminação!
Beijinhos! Continuação de uma feliz semana!
Ana

vitalina de assis disse...

Olá amiga.

Intensas palavras e com uma profundidade que nos remete ao nosso interior. Com certeza, já vivemos tais momentos em dias especiais. A incompletude é um mal que me aflige.

Abraços.

Mona Lisa " Animada"

ShareThis