quarta-feira, novembro 07, 2018

Um olhar





A espantosa realidade das coisas

É a minha descoberta de todos os dias.

Cada coisa é o que é,

E é difícil explicar a alguém quanto isso me alegra,

E quanto isso me basta.



Alberto Caeiro


20 comentários:

Rejane Tazza disse...

Linda foto e há coisas que nem devemos tentar explicar! beijos, lindo dia! Tuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuudo de bom,chica

Ana Freire disse...

Será sempre uma das minhas frases favoritas, de Alberto Caeiro...
E quando se junta realidade, a simplicidade, e autenticidade... sabe-se que se está perante um momento perfeito... e no caso, perante um olhar perfeito!...
Beijinho, Elisa! Continuação de uma boa semana!
Vacina da gripe... já tratou disso?... Não esquecer!
Ana

Larissa Santos disse...

Adorei a publicação e o poema. Parabéns:))

Hoje:- Se soubesses, como brilha o sol em mim.

Bjos
Votos de um óptima Quarta - Feira

Ailime disse...

Boa tarde Elisa,
Magnífica foto, assim como o poema de Alberto Caeiro.
Um beijinho.
Ailime

O meu pensamento viaja disse...

Uma postagem adorável que tocou fundo o meu coração. A conjugação sublime entre a imagem e as palavras. Beijo

O meu pensamento viaja disse...

Elisa, permite-me um conselho:
-Não feches! Encosta apenas a porta e volta quando tiveres vontade. Nós estaremos sempre por aqui. Beijo grande

Mona Lisa disse...

Obrigada pelo apoio, Nina.

Beijinhos.

Cidália Ferreira disse...

Amei a postagem!

O livro da nossa estória
Beijos e um excelente fim de tarde!

Ana Freire disse...

Junto-me à Nina, que me tirou as palavras da boca...
Vá lá, Elisa!... Ao menos uma fotozita por mês... pode ser à chávena do café da manhã, ao livro na prateleira, à flor na jarra da sala... qualquer coisa... ao gato do vizinho... mas só se for muita giro... o gato ou o vizinho!... ;-P
Beijinhos! Vá lá! Ânimo!
Ana

Liliane de Paula disse...

Mona Lisa querida, vou me juntar a Nina e a Ana Freire e pedir para você não largar o seu blog.
Feche a porta, temporariamente, como disse Nina.
Depressão é muito cruel e maltrata muito, mas um dia a medicação começa a fazer algum efeito.
Sei que nada do que as pessoas falam ou que você lê adianta muito nessa fase.

Gostei do texto do homônimo de Fernando Pessoa e da foto de galinhas.

Ontem é só Memória disse...

Bonita fotografia!

Bjxxx
Ontem é só Memória | Facebook | Instagram

Bella disse...

Que foto magnífica!
As galinhas parecem posar para a foto :)
Bjs

Os olhares da Gracinha! disse...

A foto é bem gira e o pensamento bem pertinente!
Seu blog é simples mas elegante e é um gosto passar por aqui!
Apareça para visitar quando puder!!! Bj

Lete disse...

Linda mensagem que se podia resumir, quer dizer, que eu resumo assim: a beleza da simplicidade e felizes o que a sabem apreciar!
Adorei a foto, tão delicada, tão terna de galinhas tranquilas... :)
Beijinhos, Lisa, vamos cá continuar!

Quase Cinderela disse...

Adoro Fernando Pessoa
Linda partilha
Obrigada
Beijinhos

Francisco Manuel Carrajola Oliveira disse...

Um pensamento muito bem ilustrado, gostei.
Um abraço e continuação de boa semana.

Andarilhar
Dedais de Francisco e Idalisa
O prazer dos livros

Remus disse...

Galinhas pretas?
Mas agora a Elisa anda na macumba?
:-D

E elas parecem felizes. Pelo menos possuem um poleiro bem idealizado para elas. É como estivessem a andar num carrossel.

Toninho disse...

Uma beleza de foto.
Pessoa sempre além.
Gostei.
Abraços

Roselia Bezerra disse...

Bom dia, querida amiga Elisa!
Uma foto maravilhosa num pensamento digno de recolhimento ao coração depois de passar por aqui e defrutar de tal beleza.
Tenha dias venturosos e aconchegantes!
Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem

Anajá Schmitz disse...

Que lindas palavras, adorei. Nos leva a uma bela reflexão. E essas galinhas estão belíssimas. Prontas para uma canja, hahaha
Bjos tenha um ótimo fim de semana.

ShareThis