terça-feira, novembro 16, 2010

Dia Nacional do Mar



Mar

Mar, metade da minha alma é feita de maresia
Pois é pela mesma inquietação e nostalgia,
Que há no vasto clamor da maré cheia,
Que nunca nenhum bem me satisfez.
E é porque as tuas ondas desfeitas pela areia
Mais fortes se levantam outra vez,
Que após cada queda caminho para a vida,
Por uma nova ilusão entontecida.


E se vou dizendo aos astros o meu mal
É porque também tu revoltado e teatral
Fazes soar a tua dor pelas alturas.
E se antes de tudo odeio e fujo
O que é impuro, profano e sujo,
É só porque as tuas ondas são puras.


Sophia de Mello Breyner


Foto minha

12 comentários:

Lis disse...

Gosto de poesias que usam o mar como inspiração.

..."as ondas desfeitas pela areia
mais fortes se levantam outra vez"

é um dos mais belos elementos da natureza, tão forte e belo que até assusta.
Sophia de Melo , grande poeta portuguesa - uma das minhas preferidas , deixou um legado valioso.
abraços mlisa

Lia Regina Liartrio disse...

Olá amiga tudo bem?

Linda a foto, parabéns!!!
Obrigada pela visita, amei seu comentário.

Beijinhos no seu coração.
Liartrio

PreDatado disse...

A foto está um espectáculo e obviamente o poema é incomentável. Basta ser da Sophia. Mas Lisa, deixe-me dizer-lhe uma coisa. Ou estou errado ou o dia mundial do mar foi a 23 de setembro.

Bella disse...

Não sabia que havia um dia nacional do mar! Bjs

Savi disse...

Olá Elisa
Começo por pedir desculpa pela minha ausência,mas o motivo é mesmo falta de tempo como deve compreender nesta altura é de muito trabalho.
Acho esta foto muito bem tirada e combina na perfeição com o poema.
Beijinhos continuação de uma tranquila semana.
Savi

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Sofia tem razão...andamos às vezes como o mar...altos e baixos ; caimos, levantamos; tantas vezes como ele nos zangamos e revoltados nos mostramos. É assim a vida...é assim o mar. Gostei muito. Quero que vás ao Começar de Novo e tragas o mimo que com carinho te oferecemos. Tu mereces. Beijinhos
Emília

Mar Arável disse...

Sophia

sempre

mfc disse...

Gosto de tudo nele... deste nosso mar... e desta tua fotografia!

JPD disse...

Eu tenho uma relação de intimidade com omar que me agrada em muitas perspectivas:

- O respeito que a sua força/placidez me merecem;
- O prazer que me proporciona, quer passeando na sua orla, quer banhando-me nas suas águas;
- O mar da nossa História

Bjs

Milai disse...

Bom dia,Elisa!
Eu não gosto muito de praia, mas gosto do mar. Sempre me atraiu embora nem sequer saiba nadar.
Já disse aos meus filhos, que quando morrer quero ser cremada e quero que eles atirem as minhas cinzas ao Mar.
Volto para o lugar de onde vim!
O poema é muito bonito como sempre são as tuas escolhas.
Bjs e bom resto de semana!

Lilá(s) disse...

E como eu gosto de "Sophia de Mello Breyner".
Bom fim de semana
Beijinhos

Lilá(s) disse...

Só agora percebi porque não me apareciam as actualizações deste blogue, não estava como seguidora!!! e pode?!!!
Bjs

Mona Lisa " Animada"

ShareThis