quarta-feira, dezembro 11, 2013

Um olhar





Banco vazio. Alguém no túnel penetrou.
Andrajoso, do mundo fugiu e se mudou.
Oxalá no fundo veja a luz da esperança
e de toda a miséria perca a lembrança.

Agostinho Alves Fardilha (o meu pai)
Coimbra

18 comentários:

✿ chica disse...

Bela poesia do teu pai e a foto maravilhosa igualmente. FGaz pensar, profunda e fala por si só! beijos,chica e ótimo dia!

Cidália Ferreira disse...

Pois, e as histórias que este banco têm.Adorei

Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

✿⊱Lilasesazuis✿⊱by Lígia✿⊱ disse...

Lindos versos do seu paizinho...

Ás vezes dá na gente, vontade de encontrar uma gruta assim e...esquecer tudo e recomeçar!!

beijinhos, um lindo dia!!

Lígia e =^.^=

Cristiano disse...

Oxala!

Bella disse...

Um tunel de misterio... quiçá um mundo escondido :P linda foto ;) bjs

Manu disse...

Mistério..o gosto pela aventura, o que estará dentro do túnel? Apetece entrar e descobrir.

Beijos Elisa

Minha vida de campo disse...

Olá,
quanta imaginação e conhecimento tem teu pai, as poesias dele são belíssimas cheia de ternura e mistério. Por isso és assim uma pessoa querida e iluminada. Adorei o poema e a imagem, mas não ficaria neste banco a espera do pode vir. hahaha Senti medo.
Bjos e tenha uma ótima semana e um natal cheio de magia.

Remus disse...

Mas até já o encosto do banco eles "roubaram", ou então, foi o tal alguém que entrou no túnel que o levou. É que para entrar num lugar assim, convém levar pelo menos um bom pau.
:-)

Zilnete Antunes disse...

Oi Elisa!!!
Vim agradecer a sua visita no binacombina e me encantei com a poesia do seu pai!!! Que talento!!!
A foto tb é linda, embora eu tenha um pouco de medo de lugares fechados!!!
Grande beijo!!!

O meu pensamento viaja disse...

Que maravilha! Texto e imagem magníficos!
beijinhos

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

E o que terá ido fazer quem no túnel penetrou, para deixar o banco vazio?
Terá , ao menos, visto a luz da esperança?
Beijinhos

Pérola disse...

Vergonhas que fazem doer.

Já hoje me deparei com a mesma situação...em pleno coração lisboeta.

O Natal é como as pessoas...depende delas.

beijinhos

Mira disse...

Poesia linda, e o olhar aguçado
e sábio como sempre, beijo amiga

✿ chica disse...

Agora que todos os blogs já estão em férias, fica aberto apenas o Canteiros da vida.De lá saberás tudo de nós!

¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•

Meu agradecimento pelos carinhos todos nesse ano e desejos de FELIZ NATAL e lindo, iluminado e com muita garra 2014 ! beijos,chica

¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•.¸¸.•*´¨`*•

Layd de Paz disse...

Oi Mona Lisa ,lindo o blog,gostei da poesia.
Então resolvi ficar.
Deixo meu carinho e paz.
Passa lá.
http:reginalayddepaz.blogspot.com.br

Liliane de Paula disse...

Esquecer a miséria. Isso mesmo.

Custódia C.C. disse...

Tão lindo, a foto e o texto.

Esperança, sempre ...

Maria Emilia Moreira disse...

OLá Elisa!
Para os dois artistas, pai e filha, parabéns!
Beijinhos!
M. Emília

Mona Lisa " Animada"

ShareThis